Apreendidos 32 mil litros de combustível furtado de caminhão

 Apreendidos 32 mil litros de combustível furtado de caminhão

Foto: PRF

Um casal foi preso suspeito de estar furtando um combustível de um caminhão tanque, no município de Marabá, sudeste paraense. Outros cinco homens estariam participando da ação, mas fugiram na chegada da polícia. O caminhão estava carregado com 32 mil litros de combustível.

Foto: PRF
Foto: PRF

O crime foi descoberto durante ronda de agentes da Polícia Rodoviária Federal no km 278 da rodovia BR 155, quilômetro 278. Os policiais suspeitaram porque o caminhão tanque entrou em uma vicinal e o seguiram. Cinco homens foram flagrados roubando o conteúdo do tanque, mas fugiram correndo para mata abandonando os galões já abastecidos e inúmeros outros ainda vazios.

O caminhão estava carregado com 32 mil litros de diesel, pertencente a uma transportadora. O lacre da carga estava rompido de modo inadequado. No local, além do caminhão tanque, estava uma camionete D20, cor vermelha com diversos galões de 50 litros em sua carroceria, estando seis deles já completamente cheios de combustível furtados do caminhão, totalizando 500 litros.

O veículo foi estacionado em frente a uma casa que estava com os portões abertos, onde havia vários galões no interior do seu terreno e do lado de fora próximo ao portão, o que demonstrava uma provável conexão com o furto do combustível. Uma senhora se apresentou como a proprietária do imóvel e negou conhecimento sobre o fato, mas informou que seu irmão era dono de um posto de combustível localizado ali próximo. Também afirmou conhecer dois dos homens que fugiram correndo, informando os nomes deles aos policiais.

A proprietária disse ainda que os galões que estavam no terreno eram deixados por pessoas que entravam no terreno, mas não sabia os nomes apenas que o combustível era pra ser utilizado na roça.

Diante dos fatos, caracterizado o Crime Contra o Patrimônio de Furto de Combustível e a suspeita de Crime Contra a Ordem Econômica, de acordo com a Lei 8.176/91, o caso foi encaminhado à delegacia de polícia civil juntamente com os suspeitos, combustível e veículos apreendidos.

Reportagem: ORM com informações da Polícia Rodoviária Federal

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.