Combustíveis estão custando mais caro

 Combustíveis estão custando mais caro

(Foto: Agência Brasil/Arquivo)

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), cerca de 80% dos postos de Belém estão com combustíveis estão mais caros.

Nos primeiros sete meses deste ano, os reajustes nos preços dos combustíveis foram generalizados. Em 2016, de acordo com o Dieese, a alta no preço do litro da gasolina para os paraenses foi de 5,12%, do etanol foi de 5,03% e do litro do diesel de 7,07%.

Entre julho de 2015 e julho de 2016, as altas também foram generalizadas e em percentuais acima da inflação calculada para o mesmo período. O litro do etanol teve um reajuste de 21,20% no período analisado, o litro da gasolina teve alta acumulada de 15,03% e o litro do diesel teve reajuste de 11,74%.

Como a alta dos combustíveis tem efeito dominó na economia, os impactos sobre os preços com estes aumentos estão sendo sentidos no dia-a-dia pela população, principalmente pela elevação do preço da cesta básica, que este ano já teve reajuste médio de 18%.

(DOL)

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.