Ação Cidade Democrática chega ao Bairro da Paz

 Ação Cidade Democrática chega ao Bairro da Paz

Os moradores do bairro da Paz compareceram em peso a Ação Cidade Democrática, nesta sexta-feira (22). Durante o evento, a população teve a chance de expressar seus anseios, reivindicações e soluções para a construção do plano de governo participativo.

Pela manhã, Marcelo Catalão, presidente municipal do Democratas e pré-candidato a prefeito, visitou os moradores do bairro, convidando-os para participarem da rodada de conversas. “O bairro da Paz é um dos mais populosos de Parauapebas, e hoje, com o crescimento da cidade, está no coração do município e tem grande importância para a região, pois desenvolveu seu comércio local e precisa oferecer serviços públicos eficientes e de qualidade para atender os moradores desse setor superpovoado”, relata Marcelo Catalão.

À noite, durante a ação que reuniu cerca de 500 pessoas, foi a vez de a população falar. A falta de segurança, iluminação pública ineficiente e saneamento básico sem qualidade foram as principais queixas da comunidade.

“A gente que viu a cidade crescer deveria, hoje, aproveitar uma vida tranquila. Mas, não!  Estamos sofrendo, as ruas do bairro são escuras e a insegurança impera”, disse Firmino Santos, 65 anos mora no bairro da Paz há mais de 20 anos.

Já Maria Antônia dos Santos, 41 anos, reclama do abandono por parte do poder público. “Estamos abandonados à própria sorte. Há falta de muitos serviços ou ineficiência deles. Mas, ainda acredito em dias melhores que novos políticos possam fazer diferente dos que já tiveram a chance de administrar a cidade”, desabafou.

Na próxima semana a Ação Cidade Democrática chega à reta final, com mais de 50 bairros percorridos durante a agenda de visitas que contemplou as mais variadas regiões do município. “Para fazer uma nova política é preciso ouvir as pessoas, e o partido Democratas tem feito isso por toda a cidade. O nosso projeto para Parauapebas será sólido e consistente, pois fizemos o principal, ouvimos as pessoas”, concluiu Marcelo Catalão.

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.