Kits geociências dinamizam aulas da rede pública de ensino

 Kits geociências dinamizam aulas da rede pública de ensino

Para os 30 alunos da turma de 6º Ano-10 da Escola Municipal de Ensino Fundamental Eunice Moreira, a primeira aula de hoje, 18, foi bastante diferenciada. Eles tiveram uma aula prática multidisciplinar, que abordou assuntos como a composição do solo, tipos de rochas e minerais, e para tal contaram com uma nova ferramenta entregue nas escolas municipais: o kit educativo de Geociências.

Depois de terem ouvido a aula expositiva das professoras de ciências e geografia, os alunos puderam experimentar por meio do tato e da visão uma variedade de rochas e minerais, com alguns bem característicos da região de Carajás. Aulas como essa estão ocorrendo desde o início deste mês nas escolas de ensino fundamental da rede municipal de ensino.

Os alunos garantem que aulas práticas possibilitam maior entendimento e fixação dos conteúdos. “Depois dessa aula, poderei identificar os tipos de rocha que encontrar em meu dia a dia, pois fica fácil reconhecê-las depois de visualizar cada uma assim, ao vivo”, relatou o aluno Erick dos Santos Rosa, 11 anos, ao final da aula, acrescentando que o fato de poder pegar no material e observá-lo de perto faz com que a aula se torne mais atraente.

A turma de 6º ano também conta com alunos inclusos. Um deles é o autista João Pedro do Nascimento Ribeiro, 14 anos, que também possui baixa visão. Durante toda a aula, João demonstrou interesse pelo material utilizado. Ele manipulou as pedras e minerais e garantiu que aprendeu o nome da maioria. “Eu gostei da aula, gostei de pegar nas pedras”, disse, para mostrar seu mineral favorito: apatita.

As professoras Keila Bendelack de Menezes, de Geografia, e Gilmara Patrícia Batista, de Ciências, afirmam que com as aulas práticas a atenção dos alunos é assegurada. “Eu gosto muito e procuro sempre realizar aulas práticas, pois é uma aula atrativa, que prende a atenção dos alunos”, afirma Gilmara, mencionado que o kit de Geociências enriquece e dinamiza as aulas.

“Além de trazer os kits de Geociências para a aula, nós fomos atrás de outros materiais, outros tipos de rochas, para que os alunos tivessem uma pequena amostra de todo o conteúdo trabalhado”, informa Keila. A professora avaliou a aula como muito produtiva e concluiu: “Com o uso de recursos como estes a aula se torna mais prazerosa e o resultado costuma ser melhor que o planejado. O professor precisa garantir essa dinâmica, ainda mais quando temos nas mãos um material tão bom”.

Circuito Mineração

No início deste ano, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) recebeu da empresa Vale 252 kits de Geociências, composto por uma caixa com 19 amostras de rochas e minerais, um caderno de atividades e o suplemento com orientações para o professor. A iniciativa faz parte do Circuito Mineração, um projeto desenvolvido desde 2014, que tem como objetivo aproximar a mineração do dia a dia da comunidade escolar, e também, contribuir com o ensino sobre a principal atividade econômica local dentro das escolas.

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.