Preso na última quinta-feira (9), maior desmatador do Pará era investigado desde 2019

 Preso na última quinta-feira (9), maior desmatador do Pará era investigado desde 2019

A operação foi coordenada pela Segup e deflagrada com as polícias Civil, Militar e Científica, além do Corpo de Bombeiros e Semas | Divulgação

Um dos maiores desmatadores da região da Apa do Xingu, sudeste paraense, foi preso após uma operação histórica mobilizada pelos agentes de segurança durante o segundo dia da operação Outsiders. Geraldo Daniel de Oliveira, conhecido como “Geraldinho“, foi preso em flagrante por crimes ambientais na fazenda Ouro Verde, onde atua.

O investigado teve um mandado de prisão expedido em 2019 e, após se manter como foragido, obteve um habeas corpus, retornando para a área onde foi autuado. Hoje, além dele, dois funcionários da fazenda também foram autuados e vão responder por porte ilegal de arma de fogo.

Geraldinho já é conhecido não só da polícia como dos órgãos ambientais, portanto já era investigado desde 2019 quando foi deferido um mandado de prisão contra ele. A prisão efetuada hoje é importantíssima para que possamos desarticular os crimes praticados por ele naquela área”, explica Ualame Machado, titular da Segup.

O objetivo da operação Outsiders é coibir e combater o desmatamento em áreas de responsabilidade do Governo, além de responsabilizar os infratores para que não fiquem impunes, evitando novos casos de degradação ambiental. A maioria dos responsáveis pelo desmatamento na APA são oriundos dos estados de Goiás, Espírito Santo e Tocantins.

Diário Online com informações da SEGUP

Deo Martins