Influenciadora digital é autuada por exercício ilegal da nutrição

 Influenciadora digital é autuada por exercício ilegal da nutrição

Jéssica e seu advogado afirmam que pedirão reparação pelas acusações feitas a ela/ Fotos: Evangelista Rocha

Acusada formalmente de exercício ilegal da profissão de nutricionista, pelo Conselho Regional de Nutrição (CRN) ao Ministério Público Estadual, no dia 5 deste mês, a influenciadora digital Jéssica Araújo prestou depoimento ao delegado Márcio Maio, da Polícia Civil em Marabá, nesta terça-feira (17). E o delegado confirmou que ela foi autuada e, inclusive, o caso foi encaminhado ao Poder Judiciário.

A autora do fato exercia… pelo menos há indícios de que ela exercia tarefas inerentes a profissionais de nutrição. Essa área é protegida por lei e em razão disso ela foi autuada por exercício ilegal da profissão, que é um Termo Circunstanciado de Ocorrência, com penas de até dois anos; foi encaminhado procedimento ao Juizado Especial Criminal; ela se comprometeu em comparecer espontaneamente até o Juizado e vai se defender desse fato, dessa acusação”, disse o delegado.

Delegado Márcio Maio: “Ela (Jéssica) foi autuada por exercício ilegal da profissão”

Ainda de acordo com o delegado, o que competia à Polícia Civil já foi feito e daqui pra frente o caso está nas mãos do Poder Judiciário. “Nós já tínhamos depoimentos de outras pessoas, já havia também um calhamaço até de documentos enviado pelo Conselho Regional de Nutricionistas (CRN). Juntamos tudo isso e está sendo encaminhado hoje (quarta-feira, 18) ao Poder Judiciário”, declarou.

Advogado nega acusações

Por meio do seu advogado, Diego Freires, Jéssica negou as acusações de que estaria fazendo uma espécie de consulta para seus quase 80 mil seguidores no Instagram. “A Jéssica não se intitulava nutricionista; a Jéssica fazia uma capitação na qual também teria um nutricionista; a Jéssica é acadêmica de Nutrição; e a Jéssica tem passado por uma perseguição pessoal que vem desde 2019, que nós demonstramos na oitiva dela”, afirma.

Embora deixe claro que tem o maior respeito pelos profissionais de nutrição, o advogado deixou claro que Jéssica deve pedir reparações para as pessoas que a acusaram. “Nós estamos juntando muito conteúdo que foi colocado nas redes sociais pelos próprios nutricionistas pra pedir uma reparação sim”, avisa o profissional, acrescentando que essa denúncia não tem cabimento e só foi motivada porque Jéssica conseguiu muito sucesso nas redes sociais, atingindo a marca de quase 80 mil seguidores. “A questão aí é mais social; ela não é profissional”, resume.

Nota da Redação

Cumprindo o dever do jornalismo responsável, A equipe de reportagem ouviu as nutricionistas que formalizaram a acusação com base nas publicações de Jéssica. Agora, nossa reportagem ouviu o advogado da influenciadora digital e também o delegado que está à frente do caso.

Chagas Filho – Correio de Carajás

Deo Martins