Comunidades do Pará e Tocantins recebem cursos de capacitação em várias áreas

 Comunidades do Pará e Tocantins recebem cursos de capacitação em várias áreas

No Pará e Tocantins, o Projeto Novo Estado (PNE), da ENGIE Brasil Energia, realiza cursos e oficinas para capacitar moradores de diferentes comunidades no entorno do empreendimento. Recuperação de nascentes, piscicultura, cooperativismo e associativismo estão entre as temáticas que foram e ainda serão abordadas nas programações.

Além de incentivar a qualificação profissional, por meio de ações educativas, a iniciativa objetiva construir práticas de fomento ao empreendedorismo e à geração de emprego e renda nos municípios. “As atividades, tanto no Pará quanto no Tocantins, chegam para dar um reforço para as pessoas dessas comunidades, somar com o que já é realizado e agregar com mais conhecimento”, explicou a educomunicadora, Milena Nunes.

Os temas abordados são resultado do Diagnóstico Socioambiental Participativo (DSAP), realizado nas comunidades abrangidas pelo PNE. “Os temas foram apresentados para as comunidades e elas escolheram quais queriam. Isso deu autonomia para que as pessoas entendessem o que fará mais sentido e diferença na realidade delas”, completa Milena.

No Tocantins, as comunidades da Matinha e Mirandópolis, localizadas em Guaraí, receberam o curso de “Proteção, Preservação e Recuperação de Nascentes”. Com aulas teóricas e práticas, o objetivo foi compartilhar conhecimentos sobre as formas de recuperação de nascentes, utilizadas para o consumo e, também, para a irrigação de hortas, prática essencial para a região.

No Pará, os moradores de Novo Repartimento participaram de oficinas sobre “Extrativismo de Açaí”. Já os comunitários das regiões rurais de Marabá participarão de ações voltadas à “Piscicultura”. Além disso, oficinas sobre “Associativismo e Cooperativismo” foram realizadas na Vila Sucupira e Vila Isabel, em Anapú.

Capacitar as pessoas para que elas empreendam e pratiquem a conscientização socioambiental está entre os principais objetivos dos cursos programados “Reafirmar a importância do relacionamento da população com o ambiente em que vive, estimular a geração de projetos sustentáveis, que proporcionem a ampliação de conhecimento relacionados à conservação ambiental e empreendedorismo são os principais objetivos de todo esse esforço empregado com a capacitação”, afirma Fernando Luzzi Cardoso, especialista ambiental em implantação.

Sobre a ENGIE

A ENGIE é referência mundial em energia e serviços de baixo carbono. Com nossos 170 mil colaboradores, clientes, parceiros e stakeholders, estamos comprometidos em acelerar a transição para um mundo neutro em carbono, através do consumo reduzido de energia e soluções mais sustentáveis. Inspirados em nosso propósito, nós conciliamos performance com um impacto positivo sobre as pessoas e o planeta nos apoiando nas nossas atividades chave (gás, energia renovável e serviços) para oferecer soluções competitivas aos nossos clientes.

No Brasil, a ENGIE é a maior empresa privada de energia do País, atuando em geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas. Com capacidade instalada própria de 10.791MW em 72 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade nacional, a empresa possui quase 90% de sua capacidade instalada proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de GEE, como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e biomassa.

A ENGIE é também a detentora da mais extensa malha de transporte de gás natural do país, com 4.500 km, que atravessam 10 estados e 191 municípios, graças à aquisição da TAG, concluída em 2020.

Além disso, a ENGIE está entre as maiores empresas em geração fotovoltaica distribuída e possui um portfólio completo em soluções integradas responsáveis por reduzir custos e melhorar infraestruturas para empresas e cidades, como eficiência energética, iluminação pública, monitoramento e gestão de energia. Contando com 3 mil colaboradores, a ENGIE teve no país em 2020 uma receita líquida de R$ 13,3 bilhões.

A ENGIE está presente na B3 por meio de sua empresa de geração e comercialização de energia cujo ticker é o EGIE3. Na B3, a ENGIE integra o Novo Mercado, além de ser uma das únicas companhias listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial desde o início do ISE, em 2005. Em 2021, a B3 incluiu os papeis da ENGIE no Índice Carbono Eficiente (ICO2), composto pelas ações das empresas participantes do IBrX 100 que possuem maior transparência em relação ao reporte das emissões dos gases do efeito estufa e de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.

Já o Grupo teve em 2020 uma receita de 55,8 bilhões de Euro e é negociado nas bolsas de Paris e Bruxelas (ENGI), sendo representado nos principais índices financeiros (CAC 40, DJ Euro Stoxx 50, Euronext 100, FTSE Eurotop 100, MSCI Europe) e índices não-financeiros (DJSI World, DJSI Europe e Euronext Vigeo Eiris – World 120, Eurozone 120, Europe 120, France 20, CAC 40 Governance).

Samara Batista – Gaby Comunicação

Deo Martins