Ala Covid-19 do Hospital Geral de Parauapebas implanta cortina do abraço

 Ala Covid-19 do Hospital Geral de Parauapebas implanta cortina do abraço

A Ala Covid-19 do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e aporte da Vale, iniciou protocolo verde neste dia 22 de maio, marcado pelo Dia do Abraço. A iniciativa conta com cortina transparente que permite os familiares não só verem os pacientes, como também dar um abraço.

Maria das Dores Silva e sua filha, Marilene Silva de Castro, foram as primeiras a viver a experiência, reencontrando Osvaldo Martins da Conceição, que está internado na unidade. “Ver ele dá uma esperança maior, uma certeza de que está sendo bem cuidado. A evolução é visível. Você ver com os próprios olhos é diferente de uma chamada de vídeo. Poder tocar e sentir a emoção é maravilhoso“, declarou a filha.

A ação é acompanhada por diversos profissionais, que também se comovem com cada reencontro. Os pacientes são beneficiados com o abraço, pois diminui a ansiedade, saudade da família e pode até evitar agravamento do quadro de saúde. “É muito tempo que eles ficam isolados e dependendo do quadro do paciente, o encontro pode acontecer mais de uma vez. Nosso objetivo é trazer momentos confortantes para todos envolvidos, familiares, pacientes e profissionais de saúde“, explicou José Pereira Lopes, supervisor de radiologia e idealizador da iniciativa.

Para o diretor da Ala Covid-19, David Dias, a ideia soma os protocolos de humanização que são referência no atendimento da unidade. “O Instituto Acqua mantém diálogo constante com seus profissionais e a direção sempre reforça conosco a importância de ouvir os colaboradores, pacientes e seus familiares. Então quando surgiu a ideia abraçamos com muito carinho. É sem dúvida uma iniciativa prazerosa e que traz momentos marcantes. Todos ficam felizes e temos a certeza de que a ação ajuda o paciente a superar ainda mais os desafios que o tratamento impõe“, pontuou o gestor.

Texto: Samara Batista/Assessoria de imprensa Instituto Acqua – Imagens: Instituto Acqua

Deo Martins