Ceap começa os trabalhos para 2017

 Ceap começa os trabalhos para 2017

A região de Parauapebas é conhecida como um espaço gerador de conhecimentos, experimentação pedagógica e divulgação dos saberes relativos às questões ambientais. Com o objetivo de dar início ao planejamento das ações a serem desenvolvidas em 2017, a equipe do Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (Ceap) se reuniu com os parceiros de programas e projetos que dão suporte à implantação de políticas públicas voltadas para o meio ambiente e sustentabilidade na cidade.
O primeiro momento do evento, que ocorreu no auditório do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), foi marcado por dinâmicas e estudos que irão servir de bases teóricas para as discussões acerca da questão ambiental da região. Temas como a conservação e os aspectos ecológicos de Carajás, o histórico e ocupação das regiões sul e sudeste do Pará, o mosaico de Carajás e as atribuições do ICMBio para a educação ambiental na região foram a pauta da reunião.
Estiveram presentes e colaborando com esse processo os parceiros institucionais da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), representada pela professora Andréia Siqueira; o ICMBio, por Marcel Régis e Frederico Drumond, e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com o analista ambiental Hestanuander Alves.
Para o pedagogo e coordenador do Centro José Orlando Zelão, a reunião foi muito produtiva e vai gerar ótimos resultados. “Esse foi apenas um dos muitos momentos de formação e planejamento que teremos ao longo do ano, que com certeza farão toda a diferença no desenvolvimento de nossas atividades”, acredita o coordenador, para divulgar dois projetos que serão lançados ainda neste mês, por meio de edital: de Formação de Professor (PFP) e Jovem Ambientalista (PJA).
Criado em outubro de 2005 e idealizado para desenvolver atividades de educação ambiental na região de Carajás, o Ceap conta com uma equipe de 13 educadores ambientais, entre professores e técnico administrativo, com formação em áreas afins e pré-disposição para cumprir a atividade proposta.
PROJETOS DESENVOLVIDOS
Atualmente, o Ceap desenvolve seis projetos: o Projeto a Escola vai à Flona (PEF), Jovem Ambientalista (PJA), Criança Ambientalista (PCA), Formação de Professor (PFP), Treinamento Ambiental (PTA) e o Projeto Carajás vai à Escola.
SOBRE O CEAP
O Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (CEAP) é um programa de educação ambiental, formado numa parceria entre a Prefeitura de Parauapebas, por meio das secretarias de Educação (Semed) e Meio Ambiente (Semma), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A parceria tem como missão “Educar Ambientalmente a Região de Carajás em busca da Sustentabilidade”.

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.