Dezembro laranja chama atenção para o câncer

 Dezembro laranja chama atenção para o câncer

Foto: Clínica Vita

O outubro foi rosa, o novembro azul e agora é a vez do dezembro laranja. Assim como os meses anteriores se dedicaram à conscientização do câncer de mama e de próstata, este mês marca a campanha para alertar sobre o câncer de pele, o mais comum de todos. A doença é causada por fatores genéticos e ambientais, em especial o excesso de exposição da pele ao sol. Por isso, bastam cuidados simples no dia a dia para a prevenção, orienta a dermatologista Lorena Carvalho.

“Todo dia, encontramos casos de câncer de pele nos consultórios. Às vezes, são lesões pequenas que podem passar despercebidas pelas pessoas”, alerta. Segundo Carvalho, existem 2 subtipos desse câncer: o mais simples, com lesões pequenas, que podem ser curadas rapidamente com cirurgia; e o mais grave, que demanda tratamento mais trabalhoso, com uso inclusive de quimioterapia, como em outros tipos de câncer.

Felizmente, no entanto, a maioria dos casos é de baixa complexidade e, se identificado cedo, é curável sem grandes complicações. Geralmente, os sintomas são o aparecimento de sinais ou manchas de cores e formatos diferentes na pele. Então, caso perceba alguma lesão do tipo, procure o médico o quanto antes.

A prevenção é fácil: todos os dias, antes de sair de casa, passe protetor solar, e reaplique a cada 2h de exposição ao sol. “O hábito de passar protetor solar no Brasil já melhorou, mas muita gente ainda reluta”, informa a dermatologista.

Segundo uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), 63% dos brasileiros não utiliza protetor solar no dia a dia, apesar de que todos deveriam fazer o uso a partir de 1 ano de idade.

Reportagem: Dol

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.