No Maranhão, grupo de indígenas sofre ataque brutal

 No Maranhão, grupo de indígenas sofre ataque brutal

Foto: Divulgação

Um grupo de indígenas da etnia Gamela sofreu um ataque brutal na tarde de domingo (30), enquanto deixavam uma área alvo de disputa de terras no município de Viana, no Maranhão. As vítima foram abordadas por dezenas de homens, armados com paus, facões e armas de fogo, que atacou os indígenas.
Vários indígenas ficaram feridos na ação, sendo que cinco precisaram ser internados em estado grave, incluindo um homem que levou dois tiros e outros dois que tiveram as mãos decepadas e os ligamentos dos joelhos cortados.
Segundo representantes dos indígenas, o grupo havia decidido sair do terreno e já estava deixando o local quando foi atacado pelos homens, que pareciam alcoolizados. Eles ainda afirmam que havia uma viatura da Polícia Militar próxima ao local, mas que os policiais não tomaram nenhuma atitude.
O terreno em que eles estavam fica localizado ao lado de uma área indígena, e foi ocupado pela população da aldeia na última sexta-feira (28), após protesto na região.
A polícia irá investigar o caso. Ela já recebeu áudios e gravações telefônicas em que supostos policiais afirmam não saber como agir nessas situações, pois ” a população é contra os índios mesmo”, e outra gravação em que um político da região aparece incitando violência contra os indígenas.

Reportagem: UOL

Deo Martins

1 Comment

  • Eles tem que ser respeitados
    Mas os índios também tem que estar sujeito às leis do Brasil. Mas que leis? Fica a pergunta. Pois nem o BRANCO cumpre. Estamos em uma época que ninguém se entende. Tá difícil de CONFIAR na própria sombra. Este é o Brasil que não queríamos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.