Padrasto usa coberta para esconder abuso a enteada de 10 anos

 Padrasto usa coberta para esconder abuso a enteada de 10 anos

Foto: PCDF

Após se esconder debaixo da coberta e abusar sexualmente da enteada, uma menina de 10 anos, um marceneiro, de 40, foi preso. Ele passou a mão nas nádegas da garota no último sábado (17), em Campo Grande (MS).

No boletim de ocorrência consta que a mãe da vítima convive com o abusador há um ano e está grávida de 28 semanas. Na casa, ainda moram as filhas da mulher, uma menina de 10 e outra de 5 anos.

No dia do crime, por volta das 6h20, a mãe da menina percebeu que o homem havia se levantado da cama e, desconfiada, foi até o quarto das filhas.

No cômodo, o marido estava deitado na cama, no meio das duas enteadas e escondido debaixo da coberta. Quando a mulher puxou o cobertor, viu que o abusador havia abaixado a roupa da enteada mais velha e estava passando a mão na criança.

Enquanto abusava da menina, a mulher notou que o criminoso estava com pênis ereto. Ela acionou a polícia em seguida.

O homem ficou no quarto das meninas até a chegada dos policiais, que o prenderam.

A mãe da vítima relatou à polícia que, há cerca de um mês, percebeu que a menina estava com o comportamento diferente e evitava o padrasto. A atitude a fez desconfiar que o marido estava abusando da criança.

Na delegacia, o homem negou ter abusado da enteada, alegando que a considera como filha. Ele alegou, ainda, que tem o hábito de passar no local para abraçar as crianças.

Ele também declarou que só confirmou que retirou a roupa da criança por medo de apanhar dos policiais.

Fonte: O Liberal com informações do portal Campo Grande News

Deo Martins