Após estuprar a neta, avô é preso em Parauapebas

 Após estuprar a neta, avô é preso em Parauapebas

Na quarta-feira (12), a delegada Ana Carolina que está a frente da DEAM (Divisão Especializada no Atendimento à Mulher) da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, com ajuda da equipe de investigadores de plantão Odorico “Rambo” Almeida e Priscila deram cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva em desfavor do nacional Antônio dos Santos, de 59 anos de idade. Antônio foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, cuja a vítima é sua própria neta, de apenas 10 anos de idade.
De acordo com as informações repassadas pela delegada Ana Carolina, a criança teve uma laceração na vagina e mal conseguia andar. “Ele amarrou as mãos e a boca da vítima e disse que se ela contasse o que aconteceu para alguém ele a mataria e comeria o coração dela frito”. A vítima passou por um exame sexológico forense que confirmou o estupro.
Antônio, será encaminhado para o sistema penal e ficará à disposição da justiça. Ele responderá pelo crimes previstos nos Artigos 2017-A (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos: pena – reclusão, de oito a quinze anos); e 147 (ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave: pena – detenção, de um a seis meses, ou multa), do Código Penal Brasileiro.
Devido esse tipo de crime ser “comum” em nossa cidade, a delegada Ana Carolina pretende dar início na próxima semana a uma Campanha Educativa de Combate ao Abuso Sexual nas escolas do Município com palestras educativas.

Deo Martins

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.