Assassino de casal pioneiro em Canaã dos Carajás se entrega à polícia

 Assassino de casal pioneiro em Canaã dos Carajás se entrega à polícia

Na noite deste domingo (26), começou a circular um vídeo, onde o vaqueiro Cleiton, até então suspeito de ter assassinado o casal João e Anita Valadares na última quinta-feira (23), na Vila Feitosa, zona rural de Canaã dos Carajás, aparece contando a sua versão do crime que chocou a região.

De acordo com as primeiras informações, Cleiton, que estava sendo procurado como  suspeito, buscou refúgio na Colônia Jaú, em Santa Maria das Barreiras, município paraense que fica a 354 quilômetros de Canaã dos Carajás, onde ocorreu o crime.

Cleiton estava sendo procurado e uma recompensa de R$ 20.000,00 havia sido oferecida pelo paradeiro do mesmo.

No vídeo gravado, Cleiton confessa o crime e conta  a sua versão sobre os fatos. De acordo com o mesmo, o que houve foi um desentendimento entre ele e o patrão. João Valadares teria, segundo ele, o seguido com uma arma e ele se defendeu. Em seguida, Cleiton  teria matado dona Anita para não deixar testemunhas, já que a esposa da vítima o conhecia.

Logo após o crime ser descoberto, uma recompensa de R$ 10 mil reais foi oferecida para quem encontrasse o assassino. Momentos depois, a recompensa passou a ser de R$ 20 mil e a foto de Cleiton se espalhou por toda a internet.

Veja o vídeo onde Cleiton conta a sua versão:

Ainda não se sabe sobre os pertences das vítimas que também foram roubados, o que caracterizaria latrocínio – (roubo seguido de morte). Informações ainda não confirmadas dão conta de que Cleiton tem 18 anos, e que completou a maioridade dois dias após o crime.

Cleiton foi conduzido para a Delegacia, onde prestará depoimento e ficará a disposição da justica.

Deo Martins