Suspeito de mandar matar casal em Curionópolis vai a julgamento

 Suspeito de mandar matar casal em Curionópolis vai a julgamento

Está em andamento na Câmara Municipal de Curionópolis o julgamento de Antônio Carlos Alves dos Santos, suspeito de ser o mandante do assassinato de Arlindo Setubal dos Santos, 56 anos, e Francisca Lucirene Alves do Nascimento, 65, em agosto de 2020. O crime aconteceu na Vicinal Barra do Cedro, em Curionópolis, a 30 km de Parauapebas.

Após investigações da Polícia Civil, foram encontrados indícios que apontam possíveis motivações de Antônio Carlos Alves dos Santos para acabar com a vida do casal. Segundo a polícia, o acusado devia dinheiro para as vítimas, após a compra de algumas cabeças de gado, e estaria insatisfeito com as cobranças.

Nesta quinta-feira, 26, Antônio Carlos vai a júri popular pelas acusações. Uma grande mobilização por parte da família das vítimas acompanha o julgamento. Com pedidos de justiça, os filhos do casal e amigos se mostram abalados com a crueldade empregada no crime.

Nossa família sofre muito com tudo isso, foi um crime horrível que destruiu a vida de pessoas muito especiais. Confiamos na justiça e sabemos que Deus está à frente de tudo”, afirma emocionado o filho mais velho do casal, Jhonatan Nascimento.

O delegado Élcio de Deus, responsável pelo caso, falou sobre as apurações realizadas pela polícia durante o processo e os detalhes em que o assassinato foi cometido. Para a polícia, fica claro o indício de que o crime foi planejado e realizado a mando de alguém.

Após ouvir as testemunhas do caso e a conclusão do inquérito, o júri emitirá um parecer definitivo e caso seja considerado culpado o juiz deverá aplicar ao réu a sentença.

Correio de Carajás

Deo Martins