Peça teatral celebra dia das Crianças no Centro Cultural de Parauapebas

     Peça teatral celebra dia das Crianças no Centro Cultural de Parauapebas

    Foi com arte cênica que os alunos do Centro Cultural de Parauapebas celebraram o Dia das Crianças. Foram duas semanas de muitos ensaios para que tudo saísse perfeito no palco. Ao todo, 20 bailarinos e 22 atores encenaram a história da Arca de Noé, contada de forma lúdica ao som das músicas do compositor, intérprete e poeta Vinícius de Morais.

    Intitulada “Circo da Arca de Noé”, o espetáculo foi realizado na quinta-feira, 13, e nesta sexta-feira, 14, no próprio centro cultural, no bairro Alvorá. Nos dois dias, a casa ficou lotada.

    A Arca de Noé é, nessa nossa montagem, uma arca de Noé lúdica, com canções de Vinícius de Morais. São músicas belíssimas e super animadas e que vão fazer com que todos que assistam – não só as crianças, mas todo mundo – viajem por esse mundo de fantasia”, diz o diretor teatral Tonico Ferreira, responsável pelo evento.

    Enquanto isso, nos bastidores, as crianças aguardavam com muita animação a hora de entrar no palco. “Os ensaios foram perfeitos pra mim, e a minha expectativa para a apresentação vai ser ótima e eu vou sair muito bem”, animava-se a bailarina Maria Júlia.

    Outra pequena bailarina, Mirian Araújo, também se mostrava bem ansiosa, contudo, bem segura de que aprendeu todos os passos corretamente. “Não vejo a hora de entrar em cena. Todos irão ficar bem orgulhosos da nossa apresentação”, garantiu.

    Quem não escondia emoção e orgulho das alunas era a professora de balé Sara Arraes, que não via a hora de a turminha brilhar no palco. “Foram duas semanas intensas de ensaios, de muita dedicação, esforço e cansaço delas. Eu acredito que, toda vez que estamos em véspera de espetáculo, horas antes de subir ao palco sempre há um friozinho gostoso na barriga”.

    A decoração do cenário foi um espetáculo à parte e abrilhantou ainda mais a apresentação do grupo. E, assim que a cortina abriu, o grande público presente pode assistir, contemplar e aplaudir, com muitos sorrisos e entusiasmo, a apresentação dos pequenas e pequenas artistas.

    Texto: Marcelo Duarte – Fotos: Elienai Araújo

    Deo Martins