Delegado Eguchi é afastado do cargo pela Polícia federal

 Delegado Eguchi é afastado do cargo pela Polícia federal

Delegado Eguchi | Divulgação

O Diretor Geral Substituto da Policia Federal resolveu afastar nesta quarta-feira (24) o delegado Everaldo Jorge Martins Eguchi do cargo de delegado até a decisão final de um processo administrativo disciplinar instaurado contra ele pela PF.

Em julho desse ano, Eguchi foi alvo da “Operação Mapinguari“, que objetiva aprofundar a investigação sobre o vazamento de informações de operações da Polícia Federal, tendo o delegado como um dos suspeitos.

A decisão sobre o afastamento foi publicada na portaria N°17.753-DG/PF. O mesmo documento orienta que Eguchi terá que manter seus dados atualizados, como endereço e telefone, junto a comissão permanente de disciplina processante, bem como informar previamente o local em que poderá ser encontrado, caso venha se ausentar de seu domicilio.

Eguchi foi candidato pelo Patriotas à prefeitura de Belém nas últimas eleições municipais e chegou ao segundo turno do pleito em 2020, perdendo para Edmilson Rodrigues (PSOL).

Durante a realização da Operação Mapinguari, a Justiça Federal ordenou o afastamento do delegado de suas funções, com manifestação favorável do Ministério Público Federal, que considerou graves os fatos relatados pela PF, que “indicam que o investigado tem se valido de sua função na Polícia Federal para alcançar fins ilícitos e ilegítimos, havendo ele se apropriado, de maneira pouco republicana, do aparelho estatal para privilegiar interesses próprios”. Para o MPF, o afastamento do delegado era necessário até para evitar que ele tentasse interferir nas investigações.

Fonte: DOL

Deo Martins