“Agosto Lilás” orienta sobre o combate à violência contra a mulher

 “Agosto Lilás” orienta sobre o combate à violência contra a mulher

Uma série de atividades reuniu cidadãs de Curionópolis e Serra Pelada no encerramento do ciclo de ações desenvolvidas por todas as secretarias municipais para levar informação à toda a população sobre o combate à violência contra a mulher.

As atividades foram desenvolvidas de forma integrada pelas secretarias municipais ao longo da campanha “Agosto Lilás”, com organização da equipe de Desenvolvimento Social. “Foi um ato que reuniu um conjunto de esforços dos diversos órgãos da Prefeitura“, observou o secretário Heitor Pinheiro, comemorando a receptividade da comunidade.

O encerramento aconteceu na cidade e também em Serra Pelada, e foram ofertados serviços de beleza e atividades culturais e sociais. Anteriormente, foram desenvolvidas palestras, conversas com a comunidade e panfletagem com orientações sobre os direitos femininos. “A mulher precisa se conscientizar, pensar na própria vida e quebrar o ciclo de violência”, afirma a psicóloga Brenda Cardoso, que atuou junto à população ao longo da campanha.

Para a prefeita Mariana Chamon, o cuidado com as mulheres é uma prioridade da gestão e não acontece apenas no mês de agosto. “Essa é uma causa muito importante para nós e marca não só um mês, mas uma série de projetos desenvolvidos a favor de todas elas. Isso será feito de forma integrada com todas as secretarias, para que gente possa desenvolver a rede de atendimento e de cuidados para as nossas mulheres.

Na culminância das ações, a Prefeitura ainda entregou kits enxovais para as gestantes que fizeram parte do Programa Criança Feliz, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social. Entre os 15 itens recebidos pelas mães, estão mamadeiras, roupinhas e bolsas maternidades.

O mês de conscientização em combate aos atos violentos praticados contra as mulheres abrange o aniversário da Lei Maria da Penha (11.340/2006), que tem como intuito prevenir e coibir a violência doméstica e familiar e que completou 15 anos no dia 7.

A campanha “Agosto Lilás” é desenvolvida nacionalmente para a divulgação da lei e para reforçar a importância da responsabilização de quem comete os atos violentos, da denúncia do crime e de informar às mulheres sobre os serviços de atendimento voltados para estes casos.

Para denunciar atos de violência contra a mulher, basta ligar gratuitamente para o 180, inclusive aos finais de semana e feriados. No sudeste do Pará, a Central do Disque Denúncia também recebe informações desta modalidade de crime, inclusive traçando o perfil dos agressores.

O anonimato é garantido e o serviço atende pelo telefone (94) 3312-3350, pelo WhatsApp (94 98198-3350) e pelo aplicativo para celular.

Deo Martins