A Diretoria de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), a Polícia Militar de Tucuruí e o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio) do Pará apreenderam sete caminhões carregados com 178,9 metros cúbicos de madeira ilegal, armas de fogo e com animais caçados e abatidos ilicitamente. O trabalho ocorreu durante a operação “Novembro Verde”, entre os dias 12 e 14 de novembro.

A carga foi apreendida nos municípios de Jacundá, em cinco caminhões, e em outros dois veículos em Goianésia do Pará, região do Lago de Tucuruí. A madeira (angelim, angico e maçaranduba) estava sem documentação, Nos locais também foram encontrados duas espingardas, três pacas, um tatu e 16 quilos de peixe surubim.

O Projeto de Salvamento das Crianças da Amazônia, no município de Jacundá, recebeu a doação do pescado apreendido. A madeira ilegal retida aguardará destinação por meio de leilão, doação ou destruição do material. Os responsáveis pelos crimes foram encaminhados à delegacia para esclarecimentos.

Reportagem: Nilson Cortinhas – Agência Pará