Vereador está preso pelos crimes de estupro de vulnerável, lesão corporal e ameaça. (Foto: Reprodução)

O vereador Jorcelino José de Souza (PT), de 47 anos, de Tombos (MG), foi preso após suspeita de estuprar uma menina de 12 anos. Ele está sob a disposição da polícia no Presídio de Muriaé, pelos crimes de estupro de vulnerável, lesão corporal e ameaça.
Jorcelino foi denunciado pela mãe da vítima, que trabalhava com o parlamentar.
Em depoimento, a mulher disse que o vereador pediu a ajuda da filha para imprimir uns papéis. Após 30 minutos, a menina voltou “apavorada e chorando”. A vítima contou para a mãe que tinha sido abusada por Jorcelino.
A menina contou ainda, que foi obrigada a ficar nua e que o vereador deu “chupões” no pescoço e nos seios da menina, e, em seguida, pediu para ela tocar o órgão genital dele e introduziu o dedo na vagina
Em nota, a Câmara Municipal de Tombos disse que repudia qualquer ato de abuso, violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.
Informamos que confiamos na apuração de forma rápida e eficiente das autoridades competentes para a tomada das medidas administrativas cabíveis”. A defesa do suspeito ainda não se pronunciou.
Com informações do Notícias ao Minuto