Prefeitura realiza ação com pacientes idosos renais crônicos em alusão ao dia mundial do rim

 Prefeitura realiza ação com pacientes idosos renais crônicos em alusão ao dia mundial do rim

A prefeitura de Parauapebas através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoverá ação de fisioterapia preventiva para idosos a partir de 60 anos, que são pacientes que possuem doença renal crônica (DRC), que estão no estágio 4 da doença. O evento ocorrerá na área arborizada da Policlínica Municipal de Parauapebas, serão realizados grupos de 5 pacientes, todos utilizando máscara e mantendo o distanciamento, evitando qualquer possível aglomeração.

O dia 11 de março é o Dia Mundial do Rim, um dia especial para lembrarmos a importância do cuidado e prevenção dos nossos rins. Esse ano a Campanha do Dia Mundial do Rim vem com o tema “Vivendo bem com a doença renal”. O objetivo é despertar no paciente, portador de doença renal crônica (DRC), o auto-cuidado, participação ativa no tratamento, conhecimento em relação à doença, tais como seus fatores de progressão, busca por qualidade de vida.

Com a pandemia da COVID 19, nossa equipe precisou se reinventar, para dar suporte aos pacientes com segurança. Implantamos o contato on-line, através do whatsapp, teleconsulta nutricional, boletins médicos e nas consultas presenciais, maior tempo entre os agendamentos, mantendo distanciamento e seguindo os protocolos, haja vista o paciente renal crônico possuir imunidade extremamente comprometida”, destaca a enfermeira Lygia Miranda, gerente da unidade.

Segundo a Dra. Verônica Cardozo, em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas ou são poucos e inespecíficos. “Normalmente a doença é identificada no seu estágio mais avançado, quando em muitos casos a pessoa irá necessitar da diálise, por isso a importância do diagnóstico precoce”, enfatiza a nefrologista.

Mesmo diante da pandemia e todas as restrições que devemos seguir, não podemos deixar de atender os assuntos prioritários da saúde pública, uma delas é esta importante campanha de conscientização em alusão ao dia mundial do rim. Vale ressaltar os avanços constantes nesta área, como por exemplo a ampliação da ala de hemodiálise no HGP, a equipe de profissionais da unidade especializada em doença renal crônica predialítica, não deixou de prestar assistência a nenhum paciente em tratamento. É um compromisso do Governo Darcir Lermen que a população de Parauapebas continue recebendo a devida atenção ao serviço de saúde”, destaca o secretário de saúde, Gilberto Laranjeiras.

Sobre a Doença Renal Crônica (DRC)

A DRC se caracteriza por lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, ocasionando diversos problemas, pois os rins têm muitas funções, dentre elas: regular a pressão arterial, “filtrar” o sangue, eliminar as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água do organismo, produzir hormônios, entre outras.

Algumas pessoas têm maior tendência para desenvolver a DRC, tais como: ser hipertenso, estar acima do peso, fumar, ter histórico de doença renal na família, ser diabético, ter doenças cardiovasculares, idade acima de 50 anos, usar anti-inflamatório com frequência.

Para prevenir faz-se necessário: saber o valor da sua pressão arterial, controlar a ingestão de açúcar, realizar atividade física, manter o peso ideal, beber água, não fumar, não realizar automedicação, realizar exame de creatinina e urina tipo 1 na rotina médica.

DRC em Parauapebas

O município de Parauapebas possui a Unidade Especializada em Doença Renal Crônica predialítica, com equipe multiprofissional, que atende aos renais crônicos nas fases mais avançadas da doença. Atualmente possuímos 115 pacientes cadastrados, sendo 09 no último estágio da doença renal.

Texto: Nívea Lima/Semsa – Arte: Ascom/PMP

Deo Martins