Sarau Literário da Educação de Jovens e Adultos revela talentos

 Sarau Literário da Educação de Jovens e Adultos revela talentos

A 5ª edição do Sarau Literária da Educação de Jovens e Adultos (EJA) foi realizada em cinco escolas municipais: Olga da Silva, Nelson Mandela, Faruk Salmen, João Evangelista e Jean Piaget.

O evento, que visa fomentar a leitura e a escrita, além de ampliar o repertório literário, cultural e estimular a produção artística dos alunos da EJA, envolveu mais de 600 estudantes do segmento, incluindo alguns alunos da educação prisional na noite da última sexta-feira, 26.

Iniciado em 2017, o projeto tem revelado verdadeiros talentos nas escolas municipais envolvidas. Diversas apresentações culturais, como músicas, paródias, danças e recitais, além das exposições de trabalhos, textos literários e varal de poesia, fazem o sucesso das programações.

O Sarau Literário contempla todos os alunos da EJA, da 1ª a 4ª etapa, além dos alunos da educação prisional. É gratificante e prazeroso chegar às escolas e vê este trabalho acontecendo, fruto da nossa orientação e do planejamento realizado no decorrer do semestre”, enfatiza a coordenadora geral da EJA, Célia Brandão, ao acompanhar o evento nas escolas.

Para os estudantes, o Sarau representa também uma oportunidade única de evidenciar seus talentos. Josélia de Jesus Boás, aluna da 4ª etapa da EJA da escola Faruk Salmen, foi a protagonista no teatro “Me gritaram negra”. “Estou muito feliz. Sou uma pessoa privilegiada tanto por ter a oportunidade de retomar meus estudos, quanto por participar deste momento”, comentou a aluna ao mencionar a importância projeto.

Este evento tem uma importância fundamental no sentido de integrar os alunos, os professores, os componentes curriculares. É uma metodologia ativa em que os alunos são os protagonistas dessa culminância que é o Sarau Literário” afirma o professor da escola Olga da Silva Sousa, Hermeson Sampaio.

Texto: Messania Cardoso – Fotos: Lucas Alves/Semed

Deo Martins