Preso em Itupiranga homem acusado de estuprar grávida de 7 meses

 Preso em Itupiranga homem acusado de estuprar grávida de 7 meses

Darlan da Silva Nunes é o principal suspeito de assassinar a jovem grávida | Divulgação

A Polícia Militar prendeu na tarde desta quarta-feira (6), o acusado de praticar o estupro que resultou na morte de uma grávida de 7 meses. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu após dar entrada no Hospital Municipal de Marabá.

Franciele Araújo Lima estava grávida de 7 meses | Divulgação

Os militares receberam informações, através do Disque Denúncia Sudeste do Estado, de cinco suspeitos que poderiam estar envolvidos no estupro que culminou no homicídio da Franciele Araújo Lima, 21 anos.

De posse dos nomes, os policiais passaram a diligenciar. Um dos suspeitos, identificado como Darlan da Silva Nunes, 24 anos, não havia sido encontrado, pois estava trabalhando descarregando um caminhão em Tucuruí.

Ao tomar conhecimento de que Darlan estava sendo procurado, o proprietário do caminhão em que o suspeito trabalhava o levou na tarde desta quarta até o Destacamento da Polícia Militar de Itupiranga.

Ao chegar próximo ao destacamento, Darlan aparentou nervosismo e fugiu. “Ele correu, pulou do caminhão, empreendeu fuga e nossas guarnições conseguiram capturar o mesmo em outro bairro”, informou o tenente Aldir, da Polícia Militar.

VESTÍGIOS

Em seguida, os policiais diligenciaram até a casa onde Darlan dormia, onde foram encontrados vestígios do crime. Lá os militares se depararam com a chinela de Franciele (reconhecida pela irmã da vítima), calcinha e marcas de sangue no local.

Os vizinhos também teriam contado aos policiais que na noite de domingo teriam visto Franciele com Darlan, bem como teriam escutado gritos e pedidos de socorro vindos da residência.

A polícia acionou os servidores do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” de Marabá para fazer perícia na casa, onde foram encontrados os objetos, local em que a vítima teria sido violentada sexualmente.

O suspeito foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Itupiranga, onde está à disposição da justiça.

Militares que efetuaram a prisão do suspeito | Divulgação

Alessandra Gonçalves – Dol

 

Deo Martins