Parque dos Ipês é apresentado a lideranças comunitárias do entorno

 Parque dos Ipês é apresentado a lideranças comunitárias do entorno

Amor, cidadania, respeito e zelo pelo Parque dos Ipês. São esses sentimentos que a Prefeitura de Parauapebas espera despertar entre os moradores do entorno da área, para que ajudem a cuidar do novo espaço de esporte e lazer da cidade e, assim, garantir que seja preservada por longo tempo.

Para alcançar esse objetivo, lideranças comunitárias foram convidadas pelo Prosap a visitar o parque nesta segunda-feira, 20, e conhecer o que foi construído pela prefeitura num espaço de 28 mil metros quadrados, para melhorar a qualidade de vida da população. Entre os visitantes, educadores e o ex-prefeito de Parauapebas Chico das Cortinas, que marcou o momento com o plantio de um pé de ipê.

Além da paisagem verde que domina o parque – ali, as árvores de ipês naturais do local foram preservadas pelas obras e dezenas de outras espécies foram plantadas, como a Flor de Carajás -, o espaço conta com quadras de esporte, pista de skate com padrão oficial, quiosques, parquinho com piso emborrachado para a criançada, local para zumba, academia ao ar livre e fonte luminosa.

Tudo isso e outros detalhes não fugiram à percepção de Lucilene da Luz, da Associação de Moradores do Vale do Sol, que há 15 anos reside ali perto e estava acostumada a uma paisagem bem diferente.

“Eu já conhecia isso bem antes e eu não estou acreditando no que os meus olhos veem. Está excelente. Vai fazer um bem muito grande pra gente, vai unir a comunidade Vale do Sol, o Tropical, Popular, enfim. É uma coisa que a gente não esperava pra esse local. Está maravilhoso”, expressou a líder comunitária.

Modelo de gestão

Antes das lideranças comunitárias percorrerem o espaço, o coordenador de Projetos Especiais e de Captação de Recursos do Prosap, Cleverland Araújo, explicou que o funcionamento do Parque dos Ipês vai seguir o modelo de gestão aplicado em outras cidades, como na capital, Belém, com a aplicação de um regimento interno.

Esse novo modelo, por exemplo, limita o horário de funcionamento para evitar a depredação dos equipamentos públicos e das espécies vegetais e monitora a realização de eventos no local, para os quais haverá agendamento. A segurança será garantida pela Guarda Municipal.

“É uma área nova, com nova tipologia de equipamentos públicos, nova tipologia de gestão. É um espaço público bem aproveitado, que todos vão gostar”, afirmou Cleverland Araújo.

Parceria com a população

Para que o novo modelo de gestão dê certo, a prefeitura considera de grande importância a parceria principalmente dos moradores do entorno do parque. Parceria que deve se firmar quando eles compreenderem que os espaços públicos pertencem à população.

“Essa visita é para que esses líderes levem para seus representados o que existe de bom aqui, para que essa comunidade desenvolva o afeto e o pertencimento por essa área. É dar autonomia pra essa comunidade entender que ela é dona e cuidadora”, disse Maria Zana, analista ambiental do Prosap.

Moacir Patrício, do setor de Relação com a Comunidade do Prosap, reforçou: “O parque é da comunidade. O objetivo maior que a gente tem é colocar isso para eles para que possam ter sentimento de acolhimento, pra que eles tenham o parque como o seu. Assim, não só a prefeitura, mas todos nós, vamos cuidar do parque”.

Residindo há 20 anos em Parauapebas, sendo 15 anos na comunidade do Novo Tempo, o aposentado José Augusto Lopes Ferreira se mostrou empolgado com a visita, elogiou a qualidade da obra e considera que a construção do Parque dos Ipês terá um “grande impacto” positivo sobre os moradores dos bairros do entorno.

3Convencido da importância do parque para a comunidade, Augusto Ferreira concorda que os moradores precisam cuidar da preservação do espaço. “É um dever nosso. Nós precisamos ter essa cultura de cuidar daquilo que é nosso”, defendeu o aposentado, após reconhecer a beleza da obra. “O que tem aqui de orquídea, de coisa, de plantas que fizeram com tanto carinho. Nós não podemos destruir isso, nós precisamos cuidar disso”.

Texto: Hanny Amoras – Fotos: Renato Resende – Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Deo Martins