Em Marabá, homem é retalhado a golpes de facão por cunhado de 14 anos

 Em Marabá, homem é retalhado a golpes de facão por cunhado de 14 anos

O comércio fica localizado na Cidade Nova em Marabá | Divulgação da família

Brigas por separação de casais tem sido comuns principalmente quando se tem no meio de tudo a partilha ou divisão de bens. Entretanto, vez ou outra essas brigas acabam resultando em violência muitas vezes graves, ou fatais. A situação pode ser pior quando outras pessoas entram no meio da disputa e tomam as dores de uma das partes.

Foi o que aconteceu em Marabá no sudeste paraense na noite desta terça-feira (26). Ao defender a irmã de uma situação de partilha de bens, um adolescente de 14 anos retalhou as costas do cunhado gravemente.

O empresário do ramo de bebidas, Valderes Pereira da Silva, conhecido como “Valdir”, foi retalhado a golpes de facão, na noite de terça-feira (26), por volta de 21h, por um cunhado, um adolescente de 14 anos, depois de uma confusão sobre partilha de bens entre a vítima e a esposa. O caso aconteceu no núcleo Cidade Nova.

Segundo o Tenente Coronel Moura do 34º Batalhão de Polícia Militar de Marabá, o caso se deu por conta de uma separação do casal, que culminou na ação violenta de uma terceira pessoa. “A mulher já tinha saído de casa e retornou pra pegar alguns bens e voltou acompanhada de seu irmão, que era esse adolescente de 14 anos“, explicou. “Durante a situação ficou aquela confusão se ela poderia retirar os bens que teriam ficado na casa ou se não, e ela foi informada pelo ex que não poderia mais retirar, ele se opôs a questão da retirada dos bens e começou uma discussão e uma forte briga“, informou.

Valderes Pereira da Silva ainda está hospitalizado e deve passar por cirurgia | Divulgação da família

Quando o Valderes se virou para retornar para sua conveniência que ficava no térreo do imóvel, um mercadinho na Cidade Nova, ele foi surpreendido com os golpes de facão nas costas. “O adolescente se apoderou de uma arma branca, um facão e desferiu vários golpes na costa da vítima“, declarou. Valderes Pereira da Silva acabou levando cortes no braço direito, nas costas e na cabeça.

O Tenente Coronel Moura declarou que o jovem não foi apreendido, se evadiu do local mas já está sendo procurado. “Como é menor infrator, a situação dele é de apreensão, onde será conduzido até a autoridade policial para lavrar o auto infracional e tomar as medidas cabíveis para o caso dele“, enfatizou.

Ainda de acordo com o policial, as informações que foram recebidas pela guarnição era de que a situação da vítima ainda era bastante grave em virtude dos cortes profundos na noite de terça. Entretanto já no início da tarde desta quarta-feira (27), o estado de saúde de Valderes já teria melhorado e atualmente está estável mas irá passar por cirurgia.

Correio de Carajás com informações e apoio de Sarah Maria, da RBATV

 

Deo Martins