Construção de um Centro de Apoio aos caminhoneiros é solicitado por Miquinha

 Construção de um Centro de Apoio aos caminhoneiros é solicitado por Miquinha

Com o intuito de fortalecer e garantir melhores condições de trabalho aos caminhoneiros que trafegam por nossa região, o vereador Israel Pereira Barros, o Miquinha, solicitou em sessão parlamentar da Câmara Municipal, realizada nesta terça-feira, 21, que o Poder Executivo construa um Centro de Apoio a categoria em Parauapebas.

Essenciais para economia de nosso país e do nosso município, os caminhoneiros movimentam atualmente cerca de 60% de toda a carga brasileira, percorrendo 1,7 milhões de quilômetros de estradas.

Essa classe trabalhadora é vital para o funcionamento do país, por isso a importância de garantir que eles tenha boas condições de tráfego com a manutenção das estradas e um local de suporte nos locais de parada, onde as vezes eles precisam esperar dias até conseguirem descarregar seus caminhões”, disse Miquinha.

Segundo o parlamentar isso ocorre frequentemente em Parauapebas, já que grande parte das cargas que vem para o município são de equipamentos e materiais usados na mineração. Esse material só pode chegar a mina de ferro depois de autorização da empresa Vale, o que as vezes pode demorar dias.
Garantir que esses trabalhadores tenham um espaço seguro, com cobertura para estacionar seus caminhões e prepararem suas comidas é fundamental para o respeito a essa classe que tanto contribuem para a economia de nosso país”, pontua Miquinha. O vereador ressalta que além de um espaço para estacionar, o caminhoneiros precisam ainda que no local tenha suporte para eles amarrem suas redes e banheiros para que consigam fazer sua higiene diária.

Miquinha ressaltou que esse é um anseio dessa classe trabalhadora que diariamente estaciona seus caminhões em nossa cidade para o transporte de carga, pessoas que muitas vezes viajam com a família para conseguirem aguentar os dias longe do lar, e que economizam cada centavo para que cada viagem garanta o pão de cada dia. Tornando inviável o gasto com hotel ou restaurante devido ao alto custo dos pedágios e dos combustíveis.

  “Acredito ser sinônimo de gestão competente e com visão de futuro que o nosso município seja pioneiro na acolhida e no respeito a essa classe trabalhadora, garantindo um espaço com uma infraestrutura básica para que os caminhoneiros tenham um mínimo de conforto e segurança enquanto descarregam as mercadorias em nossa cidade”, conclui o parlamentar.

Texto: Rosiere Morais

Deo Martins