Cinco vereadores propõem obras, cursos e projetos para área de educação em Parauapebas

 Cinco vereadores propõem obras, cursos e projetos para área de educação em Parauapebas

Os vereadores Joel do Sindicato (PDT), Eliene Soares (MDB) e Rafael Ribeiro (MDB), na Indicação nº 584/2021; Aurélio Goiano (PSD), por meio da Indicação nº 594/2021; e Leandro do Chiquito (Pros), na Indicação nº 603/2021, propuseram na sessão da Câmara desta terça-feira (21) a construção de escola, cursos de informática e projeto básico de robótica educacional.

Construção de escola

Neste pleito, os vereadores Joel, Eliene e Rafael pedem ao governo municipal a construção de prédio próprio da Escola Municipal de Ensino Fundamental Milton Martins, localizada no Bairro Nova Carajás.

Os parlamentares reforçam na justificativa da proposição que o pedido para a construção da referida escola, que hoje funciona em prédio alugado, já foi feito em legislaturas passadas pelos vereadores Rafael Ribeiro (Indicação nº 329/2018), Eliene Soares (Indicação º 173/2019) e por Joel do Sindicato (Indicação nº 331/2020), mas até agora nenhuma providência foi tomada.

Cursos de informática

Na justificativa deste pedido, que sugere programa de inclusão social com cursos de informática e inglês básico e intermediário para crianças e adolescentes de baixa renda, o vereador Aurélio Goiano sublinha que a dificuldade para jovens conseguir o primeiro emprego é bastante comum em Parauapebas, devido à falta de experiência e, em alguns casos, falta de qualificação.

O parlamentar observa que, apesar de a sociedade viver hoje em um mundo cheio de tecnologias e informações através da internet, deve-se levar em consideração que existem pessoas que não têm condições financeiras de comprar um celular ou computador para seus filhos, e essa realidade desmitifica que hoje a tecnologia esteja ao alcance de todos, quando se sabe que isso não acontece.

Projeto básico de robótica

Por sua vez, o vereador Leandro do Chiquito propõe que a Secretaria Municipal de Educação (Semed) inclua na grade curricular de ensino fundamental o projeto básico de robótica educacional que propõe atender aos alunos dos anos finais do 2º e 4º ciclos das escolas Nelson Mandela, Jean Piaget, Dorothy Stang, Faruk Salmen e Monteiro Lobato (esta na zona rural); Bep – Karoti Xikrin (na Aldeia Katete – Povo Xikrin do Katete).

A inclusão da referida disciplina na grade curricular é uma realidade comum nos países de primeiro mundo, como Japão, Coreia do Sul etc. Parauapebas ofertará aos alunos ensino inovador para o Brasil, sendo de muita importância a aprovação da referida indicação, pois contribuirá de forma significativa para o aprendizado dos alunos”, defendeu Leandro do Chiquito.

Depois de serem lidas por seus autores em plenário, as três indicações foram aprovadas por unanimidade, e agora elas serão encaminhadas para serem analisadas pela Semed.

Texto: Waldyr Silva / Fotos: Felipe Borges e Internet / AscomLeg2021

Deo Martins