Maio Amarelo: trabalhadores do Prosap participam de palestra sobre educação no trânsito

 Maio Amarelo: trabalhadores do Prosap participam de palestra sobre educação no trânsito

Por ocasião das atividades do “Maio Amarelo”, os trabalhadores que atuam nas frentes de obras do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap) participaram de mais uma rodada de palestra do Núcleo de Educação para o Trânsito (NET), do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi).

As ações ocorreram nessa segunda e terça, 30 e 31 de maio, como parte da programação desenvolvida pelo NET em prol de um trânsito mais seguro, em Parauapebas. O carpinteiro da Transvias, empresa terceirizada do Prosap, Jeová da Silva, falou da importância dessa conscientização junto aos trabalhadores das obras. “Constantemente, estamos atuando nas nossas frentes de serviço com respeito e responsabilidade. Segurança faz parte da nossa vida”.

Todos os anos milhares de pessoas são mortas por imprudência no trânsito e estamos aqui trazendo essa mensagem de conscientização, chamando a atenção dos trabalhadores do Prosap para fazermos a nossa parte. Se todos nós fizermos a nossa parte, obedecermos às regras de trânsito, termos gentileza no trânsito, com certeza juntos podemos salvar vidas” enfatizou Abias do Nascimento, coordenador do NET.

Por meio dessa parceria com a Semsi, os trabalhadores do Prosap que atuam nas obras do Parque Urbano Municipal e Parque dos Ipês também participaram, no mês de abril, da palestra “Velocidade Segura”; e, em junho, mais uma atividade será ministrada para eles, com o tema: “O maior protege o menor”.

Para o engenheiro civil e de segurança do trabalho do Prosap, Cairo Prudente, o cuidado genuíno é uma premissa do programa. “A gente vem trazer essa conscientização do uso correto do veículo, da habilitação que tem que ser utilizada, dos cuidados com a velocidade, pois trabalhamos, diariamente, com fluxo de veículos muito pesados e a gente tem que estar com caminhos seguros para sempre prezar pelo bem comum dos condutores”.

Texto: Nara Moura – Foto: Fabiane Barbosa

Deo Martins