Implantação de uma Escola Família Agrícola (EFAs) em Parauapebas é solicitado por Miquinha

 Implantação de uma Escola Família Agrícola (EFAs) em Parauapebas é solicitado por Miquinha

Com intuito de fortalecer a comunidade agrícola de nosso município e facilitar a permanência dos jovens no meio rural o vereador Israel Pereira Barros, o Miquinha, solicitou nesta terça-feira, 09, em sessão legislativa da Câmara de Parauapebas, que o Governo Municipal construa e implante de uma Escola Família Agrícola (EFAs) no município.

A escola família agrícola tem como finalidade orientar os alunos na formação agrícola, para atuar nas atividades de produção vegetal, produção animal, produção agroindustrial e principalmente na gestão do agronegócio. Nestas escolas, que funcionam em período integral, os profissionais orientam o aluno a organizar melhor o seu tempo, a orientação vai além e abrange também a parte nutricional que pensa na saúde das crianças e adolescentes, e monta refeições equilibradas e saudáveis todos os dias.

Então, as EFAs, constituem um projeto de educação que valoriza o campo, e que empreende junto aos alunos projetos profissionais voltados para sua realidade. Desenvolvendo ações na busca pela dignidade na vida do homem do campo. “Essa indicação tem como objetivo expandir o planejamento educacional para mais próximo dos agricultores, ao desenvolver um projeto de educação como proposta de gestão comunitária que pensa e promove uma cultura educativa no campo”, lembrou Miquinha.

Política educacional A política educacional, que envolve também as políticas curriculares, tem se mostrado um campo de disputas, já que envolve um amplo conjunto de interesses de viés ideológico ou econômico, além dos educacionais e formativos. A construção de um projeto educacional é tarefa complexa, exigindo esforços de todos os agentes educacionais envolvidos na implementação das políticas educacionais vigentes. Quando consideramos as escolas rurais em tempo integral.

E para garantir o caráter público e democrático da educação, é fundamental que a construção do projeto educacional de cada escola rural esteja comprometida com os anseios da comunidade em geral, sem deixar de valorizar as especificidades locais. De acordo com o vereador Miquinha é fundamental que os jovens tenham acesso a uma educação pensada na comunidade, e que ofereça conhecimentos atrelados à prática do dia a dia.

Estudar em uma EFAs traz à importância de produzir conhecimento atrelado a realidade do aluno, oferecendo meios para que os jovens da comunidade agrícolas percebam que ali, no seu lugar de origem, eles podem permanecer e viver com dignidade”, pontuou o parlamentar.

Texto: Rosiere Morais

Deo Martins