Final Feliz: Caçadores encontram família que estava perdida na mata há 5 dias

 Final Feliz: Caçadores encontram família que estava perdida na mata há 5 dias

Na tarde desta quinta-feira (25), uma equipe de “caçadores” pôs fim a uma angústia que há quase 5 dias tirou o sono de muitas pessoas em Parauapebas e região.

João Paulo da Silva, 34 anos e os enteados J.S.Q. de 10 anos e J.K.M.S. de 13 anos de idade, saíram no último domingo (21), nas proximidades da Palmares 2, zona rural de Parauapebas, para catar castanhas do Pará, e se perderam em uma área de mata fechada.

Foto enviada por João Paulo, no momento que se perderam na mata.

Em um áudio acompanhado de uma foto enviados por João Paulo para a esposa, o mesmo pedia socorro, pois haviam se perdido na mata.

Imediatamente, Rita de Cássia Mendes que é a mãe das crianças e esposa de João, procurou ajuda e homens da Polícia Militar foram até o local indicado, fizeram uma busca mas não tiveram êxito.

Na manhã da segunda-feira (22), várias equipes compostas por voluntários, Bombeiros Militar, Agentes da Guarda Municipal e da Defesa Civil, Policiais Militares e Bombeiros Civis, adentraram a mata na busca com a esperança de encontrar a família.

Rita de Cássia Mendes gravou um vídeo pedindo apoio da população. “Estou pedindo a todos que puderem ajudar na busca do meu marido e filhos, que estão perdidos na mata desde o último domingo passando frio, fome e sede. Peço que se você tiver um drone ou um helicóptero e puder auxiliar na busca dos meus familiares, eu agradeço.

Uma mineradora e um empresario local, disponibilizaram dois helicópteros para auxiliar a busca.

Na manhã desta quinta-feira (25), após a chegada de 44 militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva de Marabá para auxiliar nas buscas, uma base de Operações foi montada em um ponto estratégico e, por volta das 15h:30, o Fazendeiro conhecido como “Dedé” encontrou o João com as duas crianças às margens de uma estrada.

O fazendeiro “Dedé” foi o primeiro a ter contato com Joāo e as crianças

Encontrei eles já embaixo, na beira da estrada. O mérito é da equipe de caçadores que passaram a noite na mata com cachorros e encontraram o local onde a família havia dormido e, entraram em contato comigo.
Fui dar uma volta e tive a sorte de encotrá-los. Imediatamente os coloquei no meu carro e fomos até a Base de Operações montada pelo Exeecito.

Ainda na Base de Operações do Exército, João Paulo e as crianças receberam os primeiros socorros, e em seguidas foram levados até o Hospital Municipal de Parauapebas para uma avaliação médica.

João Paulo disse que se alimentavam de palmito, Cupuaçu e bebiam água do rio, e chegaram a andar mais de 40 km até que fossem encontrados na área de uma fazenda próximo à Serra Pelada, em Curionópolis.

Rita de Cássia se emocionou ao falar do momento que viu o marido e os filhos com vida.

No hospital, a mãe das crianças e esposa de João Paulo, agradeceu a cada um que participou das buscas, agradeceu também as pessoas que rezaram para que nada de mal acontecesse com sua família e principalmente à imprensa que foi fundamental para que fosse mobilizada essa grande equipe que encontraram minha família com vida.

João e das duas crianças passaram por exames no Hospital Municipal de Parauapebas e logo em seguida foram levados para casa.

Parazinho teve escoriações na perna esquerda após escorregar e cair na mata

Durante as buscas hoje, um dos voluntários conhecido como “Parazinho”, escorregou em uma pedra e teve escoriações na perna esquerda. Imediatamente o mesmo foi encaminhado ao Hospital Municipal de Parauapebas, onde recebeu atendimento.
Ao sair, Parazinho disse que “Isso faz parte, e se for preciso, entrarei novamente na mata para ajudar”.

Deo Martins