Em Parauapebas SAC emite duas mil cédulas de RG por mês

 Em Parauapebas SAC emite duas mil cédulas de RG por mês

Uma das primeiras cidades do Estado a começar a emitir o novo modelo de Registro Geral (RG), Parauapebas conta com o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi).

Duas mil cédulas de RG são emitidas por mês no SAC e 49 vagas são disponibilizadas diariamente. E devido à grande procura e para agilizar a emissão de documentos variados no SAC, a prefeitura ampliou o horário de atendimento, que em 2021 passou a atender das 7h às 18h de segunda a sexta-feira.

O atendimento no SAC não teve interrupção no fim do ano. Ocorreu dentro da normalidade, inclusive atendendo várias pessoas que estavam de recesso e que por motivo de trabalho não puderam nos procurar antes. Atualmente o agendamento para RG está super tranquilo; estamos agendando para este mês, dia 25/1, e os demais serviços estão sendo agendados diariamente”, esclarece Selma Holanda, coordenadora do SAC.

Por meio do convênio com a Polícia Civil, somente em 2021 a Semsi emitiu 14.276 RGs, sendo 10.146 no posto de atendimento do SAC, 3.276 em ações e 854 por meio do SAC Móvel.

Os agendamentos para emissão de RG podem ser realizados pelo site da Polícia Civil: https://agendamento.policiacivil.pa.gov.br/public/. É apenas na data marcada no site que o cidadão deverá comparecer ao SAC para o recebimento do RG no mesmo dia, ou seja, o usuário já sairá do atendimento com o documento em mão.

E em caso de perda de RG, o cidadão pode fazer o Boletim de Ocorrência (BO) pela Delegacia Virtual, no site: http://www.delegaciavirtual.pa.gov.br/.

Além do SAC, a população conta com ações, como o Semsi+Ação e o SAC Móvel, que também emitem Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Seguro Desemprego, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), Certificados Militares, dentre outros documentos.

O SAC está localizado na praça do Cidadão, bairro Rio Verde.

Texto: Sara Dias, com informações de Édila Nunes/Semsi – Foto: Arquivo/Semsi – Assessoria de Comunicação/PMP

Deo Martins