Chamada seleciona negócios sustentáveis para aceleração e investimento de até R$ 600 mil

 Chamada seleciona negócios sustentáveis para aceleração e investimento de até R$ 600 mil

A AMAZ aceleradora de impacto, antigo Programa de Aceleração da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA), está com inscrições abertas para a Chamada de Negócios de Impacto 2021. Para participar, as iniciativas devem possuir foco na Amazônia rural; estar em operação, mesmo que em fases iniciais; estar localizada nos estados da Amazônia Legal ou buscar atuar na região (assumam compromisso de iniciar a operação nos seis meses seguintes à seleção). A aceleradora conta com o apoio de parceiros fundadores como o Fundo Vale. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de maio. O regulamento completo pode ser acessado em amaz.org.br/chamada2021.

São esperados negócios sustentáveis nas áreas de alimentação, extrativismo, agricultura e pecuária sustentável, turismo sustentável, artesanato, moda, transporte, logística, geração de energia para áreas rurais e em outras áreas de atuação. Ou seja, iniciativas que geram soluções para os principais problemas sociais e ambientais da Amazônia, buscando conservar ou recuperar áreas de floresta, conservar e valorizar a biodiversidade, gerar renda e qualidade de vida para as comunidades rurais e ribeirinhas.

Podem se inscrever empreendedores individuais, empresas em diferentes estágios de desenvolvimento, organizações não governamentais, cooperativas ou associações, coletivos, iniciativas ou organizações ainda não formalizadas. Serão consideradas iniciativas que já estejam desenvolvendo atividades de forma prática e operacional: protótipo desenvolvido, em fase de teste de mercado; produto testado, em fase de lançamento no mercado; ou produto lançado, em fase de captação ou expansão.

Para o Fundo Vale, um dos parceiros fundadores, a AMAZ surge para fortalecer os negócios que contribuem para proteção e recuperação da floresta. “Temos apoiado o desenvolvimento de arranjos inovadores como esse, que catalisam operações de investimentos híbridos (blended finance), alavancando recursos financeiros públicos, privados e filantrópicos. Iniciativas como a AMAZ abrem caminho para o imenso potencial da bioeconomia da Amazônia”, afirma o Gerente do Fundo Vale & Participações, Gustavo Luz.

Webinares de conexão

A AMAZ promoverá quatro webinares temáticos sobre a Chamada, abertos à participação dos negócios interessados. Além de abordar temas de interesse do ecossistema de impacto amazônico e contar com a presença de especialistas, os webinares terão a participação de empreendedores e empreendedoras amazônicos já acelerados.

As datas dos webinares são:

06/05, 17h – Empreender na Amazônia, com Denis Minev, Mariano Cenamo (AMAZ), Andrezza Oliveira (IOV) e Macaulay Abreu (Onisafra). Realização em parceria com o ICV.

13/05, 17h – Novos mercados para negócios amazônicos, com Laura Motta (Mercado Livre), Mariano Cenamo (AMAZ), Joanna Martins (Manioca) e Hermógenes Sá (Peabiru Produtos da Floresta). Realização em parceria com o Instituto Peabiru.

18/05 – Tira dúvidas – momento de conexão entre a AMAZ e negócios interessados em se inscrever na Chamada.

Os webinares serão transmitidos pelo youtube da Revista Página 22 e da AMAZ. Para saber mais detalhes sobre datas e plataformas de transmissão, acompanhe o Instagram @amazaceleradora.

Sobre a AMAZ

A aceleradora é coordenada pelo Idesam e tem como parceiros estratégicos e fundadores Fundo Vale, Instituto humanize, ICS (Instituto Clima e Sociedade), PPA (Plataforma Parceiros pela Amazônia), Good Energies Foundation e Fundo JBS pela Amazônia. Conta também com uma ampla rede de parceiros como Move.Social, Sense-Lab, Mercado Livre, ICE, Costa Brasil, Climate Ventures, Darwin Startups, Grupo Rede Amazônica e investidores privados. Mais informações em amaz.org.br

 

Deo Martins