De acordo a uma publicação do site VPN Pro, uma empresa chinesa, chamada Shenzhen Hawk, lançou 24 aplicativos diferentes da Google Play Store que, juntos, acumulam mais de 382 milhões de downloads. O problema é que alguns desses aplicativos solicitaram mais permissões do que o necessário para funcionar.
Por exemplo, um deles, que analisava o aparelho em busca de vírus solicitou acesso à câmera do dispositivo, algo que não é necessário. Além disso, para não ser pega, a empresa usou vários nomes de desenvolvedores diferentes de aplicativos para ocultar suas intenções.
Dos 24 aplicativos listados na postagem, seis deles solicitam acesso à câmera dos usuários e dois ao próprio telefone, o que significa que eles podem realizar chamadas. Do total, 15 dos apps podem acessar a localização GPS do dispositivo e ler dados de armazenamento externo, enquanto 14 são responsáveis por coletar e enviar dados do telefone e da rede do usuário. Por fim, um dos softwares pode gravar áudio e acessar os contatos.
Abaixo está a lista de aplicativos possivelmente perigosos disponibilizados pela Shenzhen Hawk – ou os vários nomes de desenvolvedores de apps que a empresa usa. O Google removeu todos eles da loja, mas será necessário desinstalá-los manualmente do dispositivo, eles não vão desaparecer automaticamente. Veja:
• Sound Recorder
• Super Cleaner
• Virus Cleaner 2019
• File Manager
• Joy Launcher
• Turbo Browser
• Weather Forecast
• Candy Selfie Camera
• Hi VPN, Free VPN
• Candy Gallery
• Calendar Lite
• Super Battery
• Hi Security 2019
• Net Master
• Puzzle Box
• Private Browser
• Hi VPN Pro
• World Zoo
• Word Crossy!
• Soccer Pinball
• Dig it
• Laser Break
• Music Roam
• Word Crush
Para se prevenir, é possível também verificar se alguns dos apps instalados no aparelho apresentam alguns desenvolvedores específicos, que são os nomes utilizados pela empresa para disponibilizar os aplicativos.
• Tap Sky
• mie-alcatel.support
• ViewYeah Studio
• Hawk App
• Hi Security
• Alcatel Innovation Lab
• Shenzen Hawk
Outros cuidados
Mesmo que você não tenha instalado nenhum desses aplicativos, a situação deve acender um sinal de alerta. Isso porque muitos apps solicitam permissões para funcionar, muitas vezes, incompatíveis com a função do aplicativo. Por esse motivo, é sempre bom se atentar às permissões concedidas para novos aplicativos instalados. Também é interessante sempre checar as permissões já concedidas para alguns softwares.
Não há nenhum guia exato sobre quais permissões um aplicativo pode solicitar. Entretanto, vale a pena observar se, por exemplo, um aplicativo de montagem de fotos solicitar acesso ao discador para realizar chamadas ou a localização do aparelho.
Outro detalhe a se observar é que o número de downloads de um aplicativo nem sempre garante sua segurança – como é o caso dos 24 citados. Especialistas recomendam que os usuários tenham cautela em relação aos aplicativos instalados no aparelho.
Fonte: LifeHacker

Comentários do Facebook