A vacinação contra a Covid-19 no Brasil deverá ser iniciada em breve, com previsão entre 20 de janeiro e início de março ou, no melhor dos cenários, ainda neste mês. Até lá, a orientação é que os brasileiros mantenham os cuidados sanitários durante a pandemia e, principalmente, a documentação em dia para evitar surpresas desagradáveis no dia da vacinação.
Segundo o Ministério da Saúde, apesar de garantir que ninguém ficará de fora ao receber a vacina, alguns documentos podem ser necessários para controlar a distribuição do imunizante, como: apresentar o número do CPF ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS) – conhecido como “Cartão SUS” no dia da aplicação.
Quem não tem “Cartão SUS” basta ir até a unidade de saúde mais próxima ou à uma secretaria de saúde municipal, munido do RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e, caso tenha, o número PIS/PASEP e solicitar a criação do documento, que fica pronto na hora.
Agora, se você perdeu o “Cartão SUS” basta emitir uma segunda via em qualquer unidade de saúde. Os documentos exigidos são os mesmos para a emissão da primeira via – citados anteriormente. Você pode também emitir através do sistema SUS Online:
I – Acesse o portal ou o aplicativo “Conecte SUS”
II – Se não tem uma conta, crie uma e faça login
III – O número do seu Cartão SUS será exibido à frente das letras “CNS”
DOL com informações de Lorena Lara/CNN