No último domingo (10), o governo japonês revelou que suas autoridades de saúde detectaram uma nova variante do coronavírus em quatro viajantes que retornaram ao país após viajarem ao Brasil. Agora, a Fiocruz Amazônia, com base em uma pesquisa em andamento, indica que essa mutação tem origem no estado do Amazonas.
Especialistas concordam que ainda é muito cedo para se ter certeza de qualquer nova propriedade da doença – já que ainda há pesquisas não finalizadas. No entanto, com base no que foi visto até então, a mutação pode significar uma provável nova linhagem brasileira do vírus – inclusive, com maior poder de transmissão.
Fonte: Olhar Digital