Foto: Planserv

Foram notificados 276 casos da síndrome gripal no Amazonas. Desses, 62 deram positivo para o Vírus da Influenza A H1N1; e 33 para Vírus Sincicial Respiratório, principal responsável pela bronquiolite em crianças.
Os dados são do Boletim Epidemiológico divulgado nessa segunda-feira pela Fundação de Vigilância em Saúde.
Ainda de acordo com o boletim, 16 pessoas morreram por H1N1 – 12 em Manaus, 2 em Manacapuru, uma em Parintins e outra em Itacoatiara. Também foram registradas mortes por Vírus Sincicial Respiratório, sendo 3 em Manaus e uma em Borba.
Diante dos sintomas de gripe forte, a orientação é procurar uma unidade de saúde perto de casa. As Secretarias estadual e Municipal de Saúde reforçaram suas unidades com o antiviral, toda a rede da capital e do interior está abastecida.
A Prefeitura de Manaus anunciou a ampliação da dispensação do medicamento para 23 unidades básicas de saúde, inclusive as que operam com horário ampliado.
A gripe é transmitida de pessoa a pessoa, principalmente, ao falar, tossir, espirrar e pelas mãos que transmitem o vírus por contato direto ou contaminando superfície e objetos.
Recomenda-se, entre outras coisas, a lavagem frequente das mãos, o uso de lenços de papel para proteger boca e nariz ao espirrar; uso de álcool gel; evitar a exposição de menores de cinco anos ao clima chuvoso; e manter ambientes bem ventilados.
Reportagem: Agência Pará

Comentários do Facebook