Mães protagonizaram um gesto de carinho, em agradecimento a assistência e o cuidado dos profissionais de saúde aos bebês prematuros e internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal, do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP).
O hospital, localizado em Marabá, têm entre as suas ações de humanização as oficinas com artes manuais para as mães de bebês internados. A iniciativa proporciona um alívio no estresse e um passatempo leve para mulheres que aguardam seus filhos recém-nascidos ficarem cada vez mais fortes e saudáveis.
Entre as oficinas, realizada nesta segunda-feira, 21, as mães puderam confeccionar cartões natalinos, com mensagens de agradecimento aos profissionais de saúde que cuidam diretamente dos bebês prematuros.
A ação integra o trabalho desenvolvido pela Comissão de Humanização do HRSP, com apoio da Pró-Saúde, gestora da unidade e que possui entre as suas diretrizes institucionais a assistência segura e o cuidado humanizado.
Por meio das oficinas, a unidade torna o ambiente hospitalar mais acolhedor e lúdico para as mães que ficam por semanas acompanhando seus filhos na UTI Neonatal.Cartões de Natal personalizados
A oficina seguiu as orientações de higienização da Organização Mundial de Saúde (OMS), e estimulou as mães dos prematuros a demonstrar o afeto aos seus filhos, com a confecção de cartões de natal personalizados.
Os cartões produzidos na oficina foram entregues pelas mães aos colaboradores da UTI Neo Natal, levando mensagens de carinho e agradecimento aos profissionais que se dedicam diariamente nos cuidados dos bebês.
Para Flavia Fernandes, analista de humanização do HRSP, as oficinas contribuem para a socialização, resgate da autoestima, diminuição do estresse, da melancolia e depressão, além de contribuir na aceitação da internação do filho recém-nascido.
As mães ficam semanas, em alguns casos até meses acompanhando seus filhos no hospital, por isso é fundamental que sejam desenvolvidas ações regulares, que possam contribuir para o seu bem-estar e saúde mental“, explicou.
As mães também são incentivadas pela unidade a participarem de rodas de conversa, com temas voltados para a amamentação, cuidados com o recém-nascido prematuro, além de atividades lúdicas como sessão de cine clube.
De acordo com Renata Santos Sousa, mãe do bebê Samuel Victor, que nasceu com 31 semanas de parto normal, as ações de humanização são fundamentais para o equilíbrio emocional das mães.
Ficamos muitos dias acompanhando nossos filhos na UTI, essas ações, como a oficina de cartões, ajudam a diminuir o cansaço e também na nossa saúde mental. Quero desejar um Feliz Natal a toda equipe do HRSP em especial da UTI Neo, que não mede esforços para cuidar dos nossos filhos“, ressalta.
UTI Neonatal
A UTI Neonatal do HRSP possui nove leitos de internação para recém-nascidos. A unidade é referência regional para gestações de alto risco, sendo uma das mais bem equipadas do interior do estado do Pará.
O serviço neonatal conta com aproximadamente 40 profissionais da saúde entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fonoaudiólogo e fisioterapeutas. O espaço também conta com um quarto confortável para as mães que desejarem acompanhar seus filhos durante toda internação.
A unidade pertence ao Governo do Pará, sendo gerenciada pela Pró-Saúde desde a sua inauguração, em 2006.
A instituição filantrópica realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil.
A Pró-Saúde está presente em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde).