Reproduçāo

Um homem de 27 anos, acusado de matar uma garota de programa dentro de um motel, na noite da última terça-feira (20), em Manaus, no Estado do Amazonas, foi preso e apresentado na manhã desta quinta-feira (22) pela Polícia Civil amazonense.
O acusado, Carlos Mayk Mota do Nascimento, foi detido por policiais militares na rua 5, bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. De acordo com relato do suspeito, ele e a mulher, identificada como Maria de Lourdes Palheta Costa , 41 anos, tinham um relacionamento amoroso há três anos.
Carlos Mota admitiu que assassinou a mulher por ciúmes: ele foi preso por tráfico de drogas e ficou cerca de seis meses em um presídio; nesse tempo, a mulher foi visitá-lo poucas vezes, o que deixou o criminoso enfurecido.
Quando deixou o presídio, Mayk foi ao encontro de Maria de Lourdes e os dois passaram a tarde bebendo em um bar no Centro de Manaus. Depois, eles foram para um motel. No local ele desferiu oito facadas na mulher e fugiu em seguida.
A Polícia Civil do Amazonas apurou que a mulher era frequentadora dos bares da redondeza e trabalhava como garota de programa. Além disso, a vítima era casada, há 22 anos, com um homem, identificado como Ney da Cruz Porfírio, e tinha três filhos.
Ainda não se sabe se a informação de que a mulher tinha um casamento de 22 anos também pode ter motivado o crime.
Reportagem: DOL – com informações do portal CM7 e do Portal do Holanda

Comentários do Facebook