“Neguin Vigilante” foi preso na Ilha da Ponta no Tocantins – Foto: Divulgaçāo

Está recolhido na Delegacia da Polícia Civil de Araguatins, no Tocantins, Gildevan da Conceição Cardoso, o “Neguim Vigilante”, principal suspeito de ter assassinado Luzia Marques Lima, de 63 anos, no final de semana, em Marabá.
O delegado Ivan Pinto da Silva, da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Pará, requereu hoje, quinta-feira (27), a prisão preventiva do suspeito, a qual foi deferida pelo juiz de Plantão da Comarca de Marabá, Daniel Alves Fernandes.
Ontem, terça-feira (26), o homem já se encontrava a 15 quilômetros do núcleo urbano de Araguatins, em uma localidade conhecida como Ilha da Ponta, cujo acesso é via fluvial pelo Rio Araguaia. Com apoio da Polícia Civil do estado vizinho ele foi localizado e preso.

Luzia Marques foi morta a pauladas.

Gildevan mantinha relacionamento com a vítima, cujo cadáver foi encontrado por vizinhos na noite da última terça-feira (25). A mulher foi atingida na cabeça por algum objeto. No sábado (22) vizinhos afirmam terem visto o homem no bairro, com uma mochila nas costas.
Os dois estavam morando juntos há cerca de quatro meses e tratava-se de uma relação conflituosa, inclusive pela diferença de idade entre os dois.
Reportagem: Luciana Marschall – Correio de Carajás

Comentários do Facebook