Foto: Policia Civil

A Polícia Civil do Pará cumpriu, nesta segunda-feira (08), o mandado judicial de prisão temporária de Aderson Pereira dos Santos, conhecido por “Nenzão”, acusado de ser o responsável por mandar executar a vítima Fábio Siqueira de Oliveira, conhecido como “Fabim da Van”. O crime ocorreu no último dia 20 de março, no terminal rodoviário da Folha 32, em Marabá, sudeste paraense. Além do mandado de prisão, foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa do acusado, na Folha 11, para localizar objetos ilícitos relacionados ao crime. As ordens judiciais foram cumpridas por policiais civis da Delegacia de Homicídios (D.H.) de Marabá.
Conforme o delegado William Crispim, a investigação apontou que Aderson Pereira dos Santos foi a pessoa responsável em apontar a vítima para o executor. Segundo versão do acusado, a vítima foi morta por emboscada. A motivação do crime ainda está sendo investigada.
Até o momento, a equipe da Delegacia de Homicídios de Marabá apurou que o acusado e a vítima chegaram em Marabá vindos da cidade de Goiânia (GO) no mesmo ônibus interestadual.
Assim que desceu do coletivo, Fábio foi executado a tiros ainda no terminal rodoviário por dois homens em uma moto. As investigações apontam que ‘Nenzão” foi quem indicou ao pistoleiro quem era a vítima que deveria ser morta. As investigações do crime continuam, já que, ao todo, houve participação de quatro pessoas no homicídio.
Reportagem: Walrimar Santos – Policia Civil

Comentários do Facebook