Na tarde dessa quinta-feira (27), um bebê de quatro meses foi assassinado dentro de casa, na rua do Campo do Real, na Invasão do 12, no bairro da Cidade Operária, em São Luís, capital do estado do Maranhão. Segundo a mãe do menino, identificada como Zilpa Soares Silva, de 27 anos, foi ela quem tirou a vida do filho. Após ter cometido o crime, ela se entregou à polícia.
A mãe assassina se dirigiu até a Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop), onde relatou ao delegado Lucas Smith que havia matado seu bebê. Com base na declaração da mãe assassina, a polícia foi até a casa dela, onde encontrou o recém-nascido dentro de um balde de água.
A causa da morte da criança só será confirmada após o corpo ser periciado, mas tudo indica que tenha sido afogamento. Em depoimento na Decop, Zilpa disse que estava separada do pai da criança, embora tenha contado constante com o mesmo. A mulher declarou que estava sozinha em casa e depois do almoço dormiu.
Ao acordar, ela refletiu sobre a vida e decidiu matar o filho, que ia fazer cinco meses no dia 1º de julho, por não se julgar uma pessoa boa para acompanhar a criação da criança. Zilpa afirmou que decidiu cometer o ato para o bem do menino.
Segundo a polícia, a mulher ainda afirmou que faz uso de remédio controlado, o que indica que ela possa ter algum problema mental. A casa onde a criança morreu será periciada e todas as declarações da mulher serão investigadas, para que a polícia confirme o depoimento de Zilpa e tome as medidas cabíveis.
O pai da criança já foi localizado e também será ouvido. As investigações ficarão sob a responsabilidade da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).
Fonte e fotos: Blog do Gilberto Lima

Comentários do Facebook