As vagas são nas esferas estadual e municipal | Agência Brasil

O Estado do Pará está com 1907 vagas em aberto para serviços públicos. Apenas o concurso da Polícia Civil oferta 1.495 vagas, além de outros certames municipais.
PACAJÁ
A prefeitura de Pacajá, no sudoeste paraense, realizará Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação temporária de 118 profissionais. As vagas são para 23 cargos distribuídos entre os níveis fundamental (completo ou não), médio, médio técnico e superior. As inscrições são on-line e estão sendo realizadas através do portal da Fadesp.
O PSS terá validade de um ano. Os candidatos selecionados também poderão ser contratados por um ano, havendo 5% de reserva das vagas para Pessoas com Deficiência e possibilidade de renovação dos contratos. A seleção será realizada em duas etapas. A primeira será o cumprimento das exigências para a inscrição. O candidato deve preencher corretamente o formulário on-line, anexar todos os documentos solicitados e pagar a taxa de R$ 30,00. Caso não cumpra um desses itens dentro do prazo, será eliminado.
A segunda etapa será a análise da documentação anexada. São pedidos documentos pessoais, de formação (escolaridade mínima, curso específico, experiência e registro em órgão de classe) e de experiência na atividade profissional no cargo requerido.
A análise curricular será realizada entre os dias 17 e 23 de dezembro deste ano. Conforme o edital, serão atribuídos até 2 pontos para documentos pessoais adequados, até três para a formação escolar mínima e até cinco para experiência na atividade profissional do cargo. A divulgação do resultado preliminar está prevista para o dia 23 de dezembro e a homologação do resultado final para 10 de janeiro de 2020.
Inscrições abertas para 294 vagas em Terra Santa
Estão abertas as inscrições para o concurso da Prefeitura de Terra Santa, no Pará, destinado a preencher 294 vagas, além de formar cadastro reserva. A seleção oferece salários entre R$ 998 e R$ 8.000.
Para disputar os cargos de auxiliar de serviços gerais (50 postos), borracheiro (2), carpinteiro (2), encanador (2), pedreiro (2) e vigia (14) basta que o participante seja alfabetizado.
FUNDAMENTAL
Quem possui nível fundamental incompleto pode escolher entre as funções de motorista de veículos leves (4), motorista de veículos pesados (8), operador de máquinas leves (3) e operador de máquinas pesadas (5), enquanto profissionais que concluíram esse ciclo escolar têm chances como auxiliar administrativo (16).
O edital reúne oportunidades com exigência de ensino médio/técnico para agente administrativo (12), auxiliar de sala (15), auxiliar de saúde bucal (2), cuidador (20), eletricista predial (1), eletricista de veículos automotores (1), fiscal de obras (2), fiscal de serviços urbanos (2), fiscal de tributos (3), mecânico de motor a diesel (1), mecânico de motor a gasolina (1), técnico agrícola (2), técnico em enfermagem (12), técnico em informática (2), técnico em laboratório (1), técnico em nutrição (1), técnico em radiologia (2) e técnico em saúde bucal (1).
Polícia Civil: edital para a escolha da banca é publicado
O concurso da Polícia Civil do Pará (PCPA) já conta com edital de licitação para a escolha da banca realizadora publicado. De acordo com o documento, divulgado na segunda-feira (18), a escolha será feita por meio de concorrência pública, do tipo melhor técnica e preço, com abertura das propostas marcada para ocorrer em 6 de janeiro.
Também foi publicada na segunda-feira, a portaria que constitui a comissão responsável pelo processo licitatório. Novas informações devem ser confirmadas em breve. A seleção contará com uma oferta de 1.495 vagas, em diversos cargos. Do total de postos, 265 serão para o cargo de delegado, 252 para escrivão, 818 para investigador e 160 para papiloscopista. Para todos é exigida formação de nível superior.
A comissão do concurso da Polícia Civil do Pará é presidida pelo servidor Edernilson Fagundes Barbosa e conta ainda, com os seguintes membros: Iris Alves Miranda Negrão, Irenildes Francisca Albuquerque, Maria Cristina Roma de Jesus e Roberto Gomes Neto.
Já a comissão do processo de licitação é presidida pela servidora Íris Alves Miranda Negrão e conta ainda, com os seguintes membros: Marília Lima de Moraes, Maria Cristina Roma de Jesus e Roberto Gomes Neto.
Reportagem: DOL – com informações JC Concursos

Comentários do Facebook