O secretário municipal de Cultura, Saulo Alves Ramos, recebeu da Câmara Municipal de Parauapebas o título de “Cidadão Honorário” em sessão solene realizada no dia 3 de dezembro. A homenagem foi proposta pela vereadora Eliene Soares (MDB) e aprovada por unanimidade pelos demais parlamentares.
Saulo Ramos é natural de Rondon do Pará e mora em Parauapebas há 12 anos. Publicitário por formação, ele tem no currículo trabalhos publicitários, campanhas políticas, ações de marketing organizacional e de difusão da cultura.
Em Parauapebas, Saulo atuou no marketing da Rádio Arara Azul; organizou edições da Feira de Agronegócios de Parauapebas (FAP) durante cinco anos e criou famosos festivais de música religiosa, reunindo talentos regionais.
Atuou também como coordenador local do Hospital do Amor, antigo Hospital do Câncer de Barretos (SP), ocasião em que trouxe a Parauapebas a “Caminhada Passos que Salvam“, a fim de auxiliar no encaminhamento de pacientes para tratamento especializado naquela unidade de saúde de referência.
Na entrega da placa, Eliene Soares falou da alegria e satisfação de conceder o título a Saulo, pelo amor e trabalho que ele dedica ao município. “Saulo ama o que faz. É uma pessoa séria, dedicada, que ama Parauapebas desde que chegou aqui. Uma das coisas que me chamaram a atenção em sua trajetória foi quando o pai dele teve câncer. Saulo deixou tudo e foi para Barretos cuidar do pai. Mas aquela dor ele transformou em luta, para que mais pessoas pudessem ter tratamento digno, assim ele trouxe para Parauapebas o Hospital do Amor, que tem possibilitado a muitas pessoas do município ter acesso ao tratamento oncológico. Isso que é importante; não é querer só pra si, mas proporcionar melhorias à coletividade”.
A vereadora também elogiou o trabalho que Saulo tem realizado como secretário de Cultura. “Tantas coisas que nós sonhávamos hoje são realidade em Parauapebas. Temos uma Fundação Municipal de Cultura gerando trabalho, emprego e renda. E tudo mais que ele tem feito, valorizando a cultura, como o carnaval, a Semana Evangélica, Festival Jeca Tatu. Agora você é cidadão de fato e de direito de Parauapebas”, concluiu.
Saulo Ramos agradeceu emocionado aos amigos que conquistou em Parauapebas e aos vereadores pela homenagem. “Família não é apenas de sangue; família a vida também nos dá com o tempo, através de amizades, e Deus tem me dado muitas famílias em Parauapebas. O sentimento que tenho agora em meu coração é gratidão. É o melhor sentimento que podemos ter, pelo abraço na hora certa, acolhimento, conforto e palavra de coragem no momento certo. Então, quero agradecer a todos vocês, pois em vários momentos vários de vocês que estão aqui me deram esse abraço, esse aconchego e me disseram ‘não desista; persista nos seu sonhos’. Muito obrigado a todos que passaram pela minha vida”.
O secretário ressaltou ainda que pretende continuar trabalhando para que Parauapebas seja uma cidade cada vez melhor. “A maior riqueza desta cidade são as pessoas. Aqui aprendi a ser um ser humano melhor, a não desistir dos meus sonhos, a lutar e ajudar mais as pessoas. A cada dia tenho mais certeza que Parauapebas é o meu lugar; esta aqui é minha gente. Acho que nada se faz individualmente: tudo é coletivo, mas da minha parte, hoje como cidadão de fato de Parauapebas, contem comigo o máximo que puderem. Hoje tenho a honra de estar à frente da Secretaria de Cultura e temos a oportunidade de mostrar que cultura não é oba-oba. É uma forma de transformação social, de gerar renda e mecanismos para que o produtor cultural viva da cultura”, finalizou.
Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Fotos: Kleyber de Souza / Ascomleg