Daylon da Silva Soares, de 23 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (2), em Parauapebas, após se envolver em um acidente de trânsito na Avenida B, no Bairro Cidade Jardim. A vítima chegou a ser levada por um familiar para o atendimento médico, mas chegou ao local sem vida.
O tio de Daylon, José Soares, registrou boletim de ocorrência na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil informando ter chegado ao local da colisão logo após ela ocorrer, quando o piloto ainda estava caído no chão.
Ele relata que Daylon pilotava uma motocicleta em direção à Rodovia PA-160, por volta de 12h30, quando foi fechado por um automóvel Ford Ka e os veículos colidiram. A vítima foi arremessada na via.
O tio declarou, ainda, que o condutor do automóvel saiu do local sem prestar socorro, isso porque não encontrou ninguém quando chegou. Ele mesmo tentou acionar uma ambulância, sem sucesso. Em seguida telefonou para o Corpo de Bombeiros e foi informado quem a viatura estava indisponível. Por fim, recebeu ajuda de outro motorista que passou no local.
Daylon, ainda com sinais vitais, foi colocado em uma caminhonete e levado para o hospital, mas já chegou sem vida. Uma mulher, acompanhada do advogado Nicolau Murad Prado, se apresentou na unidade policial assumindo ser a condutora envolvida no acidente.
Procurado pela Reportagem, o jurista informou que a cliente não irá se manifestar em respeito ao sofrimento dos familiares de Daylon. O nome dela não foi divulgado. O carro também foi apresentado para ser encaminhado para a perícia. O caso será investigado pela equipe de plantão da Polícia Civil, que até o momento não se manifestou.
Luciana Marschall e Ronaldo Modesto – Correio de Carajás