Região de Marabá passa a marca de 1.000 óbitos por covid-19

 Região de Marabá passa a marca de 1.000 óbitos por covid-19

A região de Marabá ultrapassou a marca de 1.000 mortes por coronavírus o último final de semana, ao registrar o total de 1.005 óbitos pela doença. 40% dos óbitos do Pará ocorreram na Região Metropolitana de Belém.
A região de Marabá, do 11º Centro Regional de Saúde da Sespa, é a segunda onde mais ocorreram óbitos no Estado, com 12,49%. O 9º Centro Regional de Saúde, com sede em Santarém, aparece logo em seguida, em terceiro, com 11, 62% das mortes por covid-19.
Das 21 cidades que fazem parte do 11º Centro Regional de Saúde da Sespa, com sede em Marabá, Piçarra foi a que registrou a menor quantidade de mortes pela doença (três no total), que se tornou uma pandemia global.
Marabá, por ser o maior município, soma agora 273 óbitos por covid-19 em menos de um ano desde a primeira morte, ocorrida em abril de 2020. O número de casos confirmados chega a 14.345, enquanto a quantidade de vacinados ainda está em cerca de 3.000 pessoas.
Desde o primeiro óbito em abril de 2020, Marabá registrou uma média de 24 mortes por mês no município, quase um por dia.
Parauapebas é o segundo município da região com maior número de mortes pela doença avassaladora. São 232 óbitos registrados até a última segunda-feira, 15. Tucuruí é o terceiro, com 149 pessoas que perderam a vida durante a pandemia, vítimas de covid-19.
São João do Araguaia tem um caso emblemático. Embora registre 7 óbitos provocadas pelo coronavírus, tem a maior taxa de letalidade da região, com 14,89, enquanto o segundo colocado é Breu Branco, com 6,59.
Pará registrou, no boletim desta quarta-feira (17), mais 13 mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus, além de 1.134 novos casos da doença. Agora, o estado chega a 351.472 casos de Covid-19 e 8.087 óbitos.
De acordo com Secretaria de Saúde do Pará (Sespa), foram registrados 108 novos casos e 6 óbitos nos últimos sete dias, além de 1.026 casos e 7 óbitos ocorridos em dias anteriores.
O Pará possui, até então, 330.162 recuperados, 58.054 casos descartados e 1.104 casos em análise.
Em relação à ocupação de leitos na rede estadual, o Pará tem 53% dos leitos clínicos e 80% das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados.
A Sespa informou que foram realizados 546086 testes rápidos e 145954 testes de PCR para Covid-19. Ulisses Pompeu – Correio de Carajás

Deo Martins