Foram descartadas na manhã de hoje, segunda-feira, 26, no Aterro Sanitário de Parauapebas, aproximadamente três toneladas de carne bovina apreendidas no início da manhã de ontem, domingo, 25. A carne, que estava sem licença de transporte e nem origem declarada, foi apreendida por uma guarnição da Polícia Militar no Bairro Tropical.

De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), o produto, vindo do município de Canaã dos Carajás, provavelmente iria abastecer açougues da cidade. A carne estava sendo transportada em um caminhão frigorífico, com placa de Eldorado do Carajás.

O motorista do veículo, que não teve o nome divulgado, foi ouvido pelo delegado Fabrycio Andrade, e depois liberado. De acordo com médico veterinário da Adepará, Denilson Lima, como a carne não tem origem e não se pode, nesse caso, comprovar a garantia sanitária dela, o procedimento é fazer o descarte do produto.

No total, havia nove cabeças de gado, totalizando, segundo cálculos do veterinário, uma média de quase três mil quilos. Para Denilson, os animais provavelmente foram abatidos em matadouro clandestino no município de Canaã dos Carajás.

Responsável pelo caso, o delegado Fabrycio Andrade, não quis adiantar mais detalhes porque as investigações estão em andamento para tentar chegar ao proprietário da carne, onde os animais foram abatidos e para quais açougues a carne seria comercializada em Parauapebas.

Tina Santos – Correio de Carajás – Fotos: Ronaldo Modesto