Parauapebas pacientes em sofrimento mental agora contam com clínica psicossocial

 Parauapebas pacientes em sofrimento mental agora contam com clínica psicossocial

O dia 08 de fevereiro marca mais um bom momento na saúde pública de Parauapebas, a prefeitura inaugurou os primeiros leitos estruturados da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) do município, no Hospital Geral de Parauapebas (HGP). A inauguração contou com as presenças do vice-prefeito João do Verdurão, do secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras, do secretário especial de Governo, Keniston Braga, dos vereadores Zé do Bode e Leandro do Chiquito, da presidente do Conselho Municipal de Saúde de Parauapebas, Leonice de Oliveira, entre outras autoridades.
Considerando a necessidade de uma assistência humanizada na unidade hospitalar e como estratégias facilitadoras foram habilitados 08 leitos sendo: 03 masculinos, 03 femininos e 02 leitos de isolamento voltados à criança e ao adolescente, obedecendo à portaria do Ministério da Saúde. O espaço é de grande importância para o município, pois funciona como uma retaguarda do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).
De acordo com a coordenadora da Ala Psicossocial, enfermeira Silvia Cristina, o serviço vai contemplar pacientes com sofrimento mental e com necessidades de saúde como, por exemplo, em momento de crise e/ou surto, relacionado a transtorno mental ou uso prejudicial de drogas. “Serão acolhidos por uma equipe multiprofissional que oferecerá atenção diferenciada, estruturada e qualificada, esses pacientes serão atendidos por técnicos de enfermagem, enfermeiros, assistente social, psicólogo, médico clínico geral e médico psiquiatra”, ressalta a coordenadora.
A ala de atenção psicossocial acolherá pacientes que derem entrada pelo pronto-socorro, encaminhados pelo Caps, Samu ou Bombeiros e avaliado pelo plantão da equipe psicossocial.
O acesso às equipes multiprofissionais agiliza a intervenção para que o sofrimento seja atenuado e a permanência em ambientes não hostis melhora a qualidade do atendimento de um usuário que não deve ser isolado, e sim reintegrado o mais breve possível ao convívio social”, explica o supervisor da rede psicossocial, o psicólogo Wagner Caldeira.
Os avanços constantes na saúde não param, entre tantas conquistas já alcançadas, a nova ala do HGP é mais um passo que está sendo dado na cidade para a inclusão de pacientes de saúde mental. Nosso prefeito Darci Lermen está sempre à frente de todas as demandas da Saúde e se empenha ao máximo para trazer o melhor para Parauapebas, sejam recursos financeiros, sejam parcerias ou equipamentos, ele tem todo o cuidado e carinho com seu povo”, afirma o secretário de saúde, Gilberto Laranjeiras.
Sem dúvidas esta é mais uma conquista para a cidade de Parauapebas, estou muito feliz em ver uma estrutura deste porte com profissionais qualificados à frente. Na Clínica Nise da Silveira as equipes atuarão de forma humanizada em espaços mais adequados, garantindo a assistência médica para todos os munícipes com os melhores serviços. Vejo de perto o quanto o prefeito Darci Lermen se preocupa e trabalha incansavelmente para que a população receba uma obra desta qualidade”, ressaltou o vice-prefeito de Parauapebas, João do Verdurão.
Texto: Luciana Queiroz/Nívea Lima (Semsa) – Imagem: Semsa

Deo Martins