A população da Parauapebas passa a contar com mais uma estrutura de saúde para ajudar a salvar vidas nesse período de pandemia do novo coronavírus: o Hospital de Campanha (HC) que entra em funcionamento nesta terça-feira,19. Construído por meio de uma parceria entre a Vale e a prefeitura, o HC atenderá exclusivamente casos da Covid-19.
É um reforço importantíssimo nessa guerra contra a pandemia do coronavírus. O cronograma de funcionamento estava previsto para o final do mês, mas nós conseguimos acelerar as obras. Com capacidade para 100 leitos, o hospital já pode receber, logo neste primeiro dia, até 32 pacientes de baixa e média complexidade”, afirma o prefeito Darci Lermen.
O diretor do Corredor Norte da Vale, Antonio Padovezi, destaca a importância do hospital: “Parauapebas recebe um importante reforço no combate à covid-19. Com essa entrega, a Vale reforça a parceria e o compromisso com o município e com a região”.
Funcionamento do HC
O HC de Parauapebas inicia com 27 leitos de enfermaria e cinco leitos de estabilização, que é para onde são levados os casos que se agravam, mas não precisam de UTI. Nos próximos dias, conforme a necessidade de internação, o número de leitos vai aumentando até completar as 100 vagas.
Esses leitos vão desafogar tanto a UPA quanto o Hospital Municipal e melhorar o atendimento a quem precisa de internação. Serão 150 profissionais de saúde trabalhando no Hospital de Campanha, cujos custos de implantação foram divididos entre a prefeitura e a Vale”, detalha Darci.
O HC é um hospital de retaguarda e não um local de pronto atendimento, portanto, quem estiver se sentindo mal deve procurar a UPA, o Pronto-Socorro Municipal ou uma das 32 Unidades Básicas de Saúde. São os profissionais de saúde que irão avaliar cada caso e a necessidade de encaminhamento para a unidade hospitalar.
Os pacientes que apresentarem caso grave serão encaminhados para uma UTI do Hospital Municipal, que conta, atualmente, com 15 leitos. Até amanhã serão 21. E o hospital também tem outros 40 leitos, metade deles equipada com respiradores, podendo assim funcionar como unidades semi-intensivas.
Com todos esses investimentos, a rede pública de Parauapebas fica fortalecida para a demanda crescente de vítimas da pandemia, e o mais importante: ganha mais eficiência no atendimento à população, permitindo que nossas equipes de saúde salvem cada vez mais vidas”, destaca Darci.
Albert Einstein e Instituto Acqua
Para operacionalizar toda a estrutura do Hospital de Campanha e manter o centro médico em pleno funcionamento, a Prefeitura de Parauapebas conta com importantes aliados, como a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein e o Instituto Acqua.
O Einstein, que traz a experiência e prática de outras localidades, apoiará o município na definição da estratégia organizacional para a otimização dos serviços ofertados nos estabelecimentos de saúde, incluindo o HC, e seu funcionamento dentro de uma rede em contínuo serviço à população. O Instituto Acqua será responsável pela gestão do hospital sob a coordenação da prefeitura.
Parceria com a Vale
A construção do hospital é uma ação que se soma a outras iniciativas da Vale em apoio ao município no combate à pandemia, como o  suporte para implantação do Disque Covid, apoio de barreiras sanitárias nos acessos da cidade, higienização de espaços públicos e a doação de equipamentos de proteção individual ao Hospital Geral de Parauapebas.
A empresa apoiou também a reforma e ampliação de uma nova ala do Hospital Municipal de Parauapebas (HMP), para atendimento exclusivo aos casos da covid-19.
Texto: Karine Gomes (PMP)/Tamy Kondo (Vale) – Fotos: Irisvelton Silva