Covid-19: veja como funcionará o plano de vacinação no Pará

 Covid-19: veja como funcionará o plano de vacinação no Pará

Lisa Ferdinando/Fotos Públicas

Em videoconferência realizada na noite desta sexta-feira (15), o governador do Pará, Helder Barbalho, detalhou com os prefeitos dos 144 municípios o plano de vacinação contra Covid-19 no Estado, que deve começar após o envio das vacinas pelo Ministério da Saúde.
O Pará deve receber cerca de 320 mil doses de vacina no primeiro lote. Na fase inicial devem ser imunizados:
Profissionais da saúde da linha de frente
Indígenas aldeados
Moradores das áreas remanescentes de quilombos
Idosos acima de 80 anos
Estado aguarda definição das datas
Nós estamos em contato com o Ministério da Saúde, e obtendo a concretude das datas de chegada das vacinas, vamos repassar aos municípios. No domingo (17), após a reunião com a Anvisa, o Ministério da Saúde deve iniciar a distribuição aos Estados. A partir daí, já estamos com nossa logística preparada para fazer a distribuição para as regionais. A ideia é que os municípios possam ir até a sua regional e apanhar sua cota, para fazer chegar à sua cidade“, explicou Helder, destacando que o Pará está pronto para auxiliar os municípios com logística mais difícil.
Particularmente, nas regiões do Marajó e Calha Norte teremos o apoio de aviões e helicópteros para o transporte das vacinas. Não vamos deixar nenhum município prejudicado. Nossa ideia é vacinar todo mundo ao mesmo tempo nesta primeira fase“, afirmou o governador.
Insumos
Se forem confirmadas oito milhões de doses pelo Ministério da Saúde para os Estados, o Pará deve receber, inicialmente, cerca de 320 mil doses. Mas o governador alertou aos prefeitos que o Estado só saberá o real número no próximo domingo (17), quando o Ministério da Saúde confirmar os números e as vacinas forem liberadas pela Anvisa.
DOL com informações da Agência Pará

Deo Martins