O piloto de um avião bimotor morreu neste sábado (6) em meio a um voo entre a cidade de Barreiras (871 km de Salvador) e Americana (130 km de São Paulo).
Benedito Fernando Ricci saiu às 10h03 do aeroporto agrícola Fulanete, em Barreiras, mas teve um infarto durante o voo e desmaiou. Ao ver que o colega não se sentia bem, o copiloto Matheus Pasquotti assumiu o comando do avião e fez um pouso de emergência no aeroporto de Campo Grande (MS). Segundo a Infraero, o copiloto solicitou atendimento médico para o colega. Mas, quando o avião pousou, Bernardo Ricci já estava morto.
A Infraero não informou o porquê o pouso foi realizado em Campo Grande, cidade fora da rota entre Barreiras e Americana. O incidente será investigado pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), órgão ligado à Força Aérea Brasileira.
Em uma rede social, Matheus Pasquotti lamentou a morte do colega, a quem chamou de amigo, companheiro e “um piloto dedicado e que amava voar“.
Acordamos hoje pela manhã, tomamos nosso café, preparamos nossas coisas, tiramos o avião do hangar e fomos fazer o que mais gostamos de fazer, voar. Mas no meio do caminho, como em um piscar de olhos, você se foi meu amigo“, afirmou Pasquotti.
Reportagem: Folhapress

Comentários do Facebook